Saltar para o conteúdo principal da página

Casa e Quinta de Dinis de Baixo - detalhe

Designação

Designação

Casa e Quinta de Dinis de Baixo

Outras Designações / Pesquisas

Casa e Quinta de Dinis de Baixo(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Quinta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Santo Tirso / Santo Tirso, Couto (Santa Cristina e São Miguel) e Burgães

Endereço / Local

-- -
Dinis de Baixo

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 45/93, DR, I Série-B, n.º 280, de 30-11-1993 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Pertença da família Andrade passou depois por casamento para os Correia de Miranda, os mesmos proprietários da Quinta de Diniz de Cima.
Sobre a casa de habitação pouco se sabe, apenas que a sua construção remonta, muito possivelmente, ao século XVIII e que a configuração que hoje conhecemos é resultante de várias intervenções posteriores. Estas campanhas de obras foram responsáveis pelos aumentos do imóvel em diversos corpos que, todavia, souberam manter uma unidade formal. Apenas os alçados que se abrem para o pátio foram objecto de modificações maiores.
A casa, de dois pisos, desenvolve-se em planta quadrangular, com pátio central. Dos seus alçados ganha especial importância o que se abre para a eira, onde se inscreve a capela. Esta diferencia-se pelo remate em empena com cruz central e urnas laterais, abrindo-se, ao centro, o portal de verga recta com frontão triangular e óculo. Um friso prolonga a cornija do alçado da habitação, seccionado por pilastras e com janelas abertas de forma regular. O mesmo já não se verifica no alçado que confina com a Quinta, onde o ritmo de abertura dos vãos é bastante mais incerto, coexistindo portas, janelas de peito e outras de sacada.
(RC)