Saltar para o conteúdo principal da página

Menir de Mac Abraão - detalhe

Designação

Designação

Menir de Mac Abraão

Outras Designações / Pesquisas

Menir de Mac Abraão / Menir de Malk Abraão (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Menir

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Vidigueira / Vila de Frades

Endereço / Local

Horta de Mac Abraão
Vidigueira

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 29/90, DR, I Série, n.º 163, de 17-07-1990 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
O monólito hoje semienterrado situa-se a Este de Vila de Frades, num local conhecido como Horta do Mac Abraão e junto do núcleo edificado da propriedade. De notar que este curioso nome é também o mesmo de uma longa ribeira que passa na região.
Apesar de hoje derrubado, parece ter sido ali colocado para delimitar as extremas de duas propriedades, algo que sugere uma relocalização tardia do monumento.
O material utilizado no seu fabrico corresponde a um granito porfiróide de grão médio, ostentando uma forma subelipsóidal alongada, em bom estado de conservação apesar de algumas fissuras junto ao vértice.
Pela análise do monumento, é provável que o material utilizado provenha de uma zona de afloramentos situada a Noroeste, a cerca de 1km.
Apesar de semienterrado é possível medir a área exposta como tendo 2,70m de comprimento possuindo 1,50m na zona mais larga. Assim, é possível calcular que, no seu todo, o monumento deverá ter cerca de 4 metros de altura.
Ao nível da superfície são ainda reconhecidos os efeitos da bojardagem utilizada na sua regularização, assim como as decorações gravadas por picotagem, nomeadamente um círculo e algumas linhas.

História
A identificação deste monumento deve-se aos investigadores Vasco Mantas e João Monteiro da Universidade de Coimbra, tendo depois sido estudado pelo investigador Mário Varela Gomes.
Não muito distante deste menir, foram referenciados diversos núcleos com materiais arqueológicos de época romana. O topónimo Ribeira Mac Abraão deverá relacionar-se com a cristianização da região.
O menir de Mac Abraão constitui um belo exemplar do rico património cultural megalítico português, tendo sido o primeiro monumento deste tipo a ser identificado no Baixo Alentejo.

Maria Ramalho/DGPC/2017.

Imagens

Bibliografia

Título

Vidigueira e o seu Concelho

Local

Vidigueira

Data

1986

Autor(es)

CAETANO, J. A. Palma