Saltar para o conteúdo principal da página

Estações arqueológicas da Quinta dos Patudos (Castelo de Alpiarça, Cabeço da Bruxinha, Necrópole de Tanchoal e Necrópole do Meijão) - detalhe

Designação

Designação

Estações arqueológicas da Quinta dos Patudos (Castelo de Alpiarça, Cabeço da Bruxinha, Necrópole de Tanchoal e Necrópole do Meijão)

Outras Designações / Pesquisas

Castelo de Alpiarça / Estações arqueológicas da Quinta dos Patudos(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Necrópole

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Alpiarça / Alpiarça

Endereço / Local

Quinta dos Patudos
Alpiarça

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)
Edital de 19-04-1974 da CM de Alpiarça
Despacho de homologação de 21-11-1973 do Secretário de Estado da Instrução e Cultura
Parecer de 15-11-1973 da 1.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE a propor a classificação como IIP

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Particularmente abundante em vestígios arqueológicos desde a mais remota antiguidade, o termo de Alpiarça encerra notáveis necrópoles e povoados proto-históricos e romanos, estes últimos provavelmente explicáveis à luz da relevância que os seus confins assumiriam no intrincado traçado de vias romanas então existente, nomeadamente das que conduziam a Mérida (Augusta Emerita), como parece confirmar a presença de diversos marcos miliários consagrados ao imperador Trajano - Caesar Nerva Traianus Augustus - (53-117 d. C.).
É disto bem exemplo o arqueossítio classificado como "Estações arqueológicas da Quinta dos Patudos", ou "Tanchoal dos Patudos", como será mais vulgarmente conhecido, localizado na propriedade que lhe deu nome.
Integrando um povoado e uma necrópole da Idade do Bronze, a par de uma necrópole de incineração da Idade do Ferro/período romano estabelecidos para esta região do actual território português, o sítio seria conhecido desde, pelo menos, o início do século XX, suscitando, então, e a par de outras estações de Alpiarça, algumas reflexões arqueológicas, nomeadamente da lavra do conhecido antropólogo, arqueólogo e professor da Universidade do Porto, António Augusto Esteves Mendes Corrêa (1888-?) (Cf. CORREIA, A. A. M., 1916, 1928, 1933). Abordagens estas que eram realizadas numa altura em que os estudos arqueológicos conduzidos entre nós tendiam a sobrelevar paulatinamente as especificidades das realidades materiais encontradas, especialmente quando comparadas aos artefactos exumados em solo espanhol, onde, contrariamente ao que sucedia em Portugal, a Arqueologia se encontrava há muito institucionalizada, em grande parte mercê da proximidade que mantinha com as grandes escolas europeias do momento: a francesa e a alemã.
As intervenções conduzidas no local, especialmente nas últimas décadas, permitiram recolher espólio associado, de entre o qual lascas em quartzito, de par com vários fragmentos de cerâmica manual, alguns dos quais correspondentes ao denominado "tipo Alpiarça", caracterizado pela presença de ornatos brunidos na superfície (Cf. KALB, Philine, 1982), ainda que a urna datada da Idade do Bronze onde foram recolhidas amostras orgânicas para datação (vide infra), não apresentasse qualquer vestígio decorativo (SOARES, A. M. M., 2003, p. ).
Entretanto, as datas calibradas obtidas a partir das análises efectuadas aos conteúdos de matéria orgânica (ossos humanos e carvão vegetal) de uma das urnas da necrópole do Bronze Final (vide supra) apontarão para uma data de calendário situada nos finais do século XI ou já no século X a. C. (. VILAÇA, R. M. da R., CRUZ, D. de J. da, GONÇALVES, A. A. M. da R., 1999, p. 307)
[AMartins]

Bibliografia

Título

Aspectos da proto-história do território português - Idade do Ferro. I - Definição e Distribuição Geográfica da Cultura de Alpiarça, Idade do Ferro, Actas do III Congresso Nacional de Arqueologia, vol. I, pp.125-148

Local

Porto

Data

1973

Autor(es)

ANDRADE, Gil Estevam Migueis de, MARQUES, Gustavo

Título

La invasion celtica. Los campos e urnas de España, História de España

Local

Madrid

Data

1952

Autor(es)

ALMAGRO BASCH, Martin

Título

Urnenfelder de Alpiarça, Anuário de Pré-História Madrilena

Local

Madrid

Data

1933

Autor(es)

CORREIA, António Augusto Mendes

Título

A Lusitânia pré-romana, História de Portugal, dir. Damião Peres

Local

Barcelos

Data

1928

Autor(es)

CORREIA, António Augusto Mendes

Título

Sobre alguns objectos proto-históricos e lusitano-romanos, especialmente de Alpiarça e Silvã, O Archeologo Português

Local

Lisboa

Data

1916

Autor(es)

CORREIA, António Augusto Mendes

Título

Cabeço da Bruxa. Alpiarça, Portugália

Local

Porto

Data

1982

Autor(es)

KALB, Philine

Título

Arqueologia de Alpiarça: as estações representadas no Museu do Instituto de Antropologia do Porto, Trabalhos do Instituto de Antropologia Dr. Mendes Correa

Local

Porto

Data

1971

Autor(es)

MARQUES, Gustavo

Título

Cerâmica de Alpiarça - Exposição Temporária na Galeira dos Patudos. Catálogo da Esposição

Local

Alpiarça

Data

1985

Autor(es)

KALB, Philine, HÖCK, Martin

Título

Zur Roemerzeitlichen Keramik von Cabeço da Bruxa

Local

Madrid

Data

1980

Autor(es)

DELGADO, Manuela

Título

Cabeço da Bruxa, Alpiarça (Distrikt Santarém). Vorbericht ueber die Grabung im Januar und Februar

Local

Madrid

Data

1980

Autor(es)

KALB, Philine, HÖCK, Martin

Título

O Passo Alto: uma fortificação única do Bronze Final do Sudoeste, Revista Portuguesa de Arqueologia

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

SOARES, António Manuel Monge

Título

A necrópole dos Patudos (Alpiarça, Santarém), Conimbriga

Local

Coimbra

Data

1999

Autor(es)

VILAÇA, Raquel Maria da Rosa, CRUZ, Domingos de Jesus da, GONÇALVES, A. A. H. B.

Título

Armas, utensílios e esconderijos. Alguns aspectos da metalurgia do Bronze Final: o depósito do Casal dos Fiéis de Deus, Revista Portuguesa de Arqueologia

Local

Lisboa

Data

2000

Autor(es)

MELO, Ana Ávila de