Saltar para o conteúdo principal da página

Castro do Cabeço dos Mouros - detalhe

Designação

Designação

Castro do Cabeço dos Mouros

Outras Designações / Pesquisas

Castro do Cabeço dos Mouros(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Castro

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Castro Daire / Cabril

Endereço / Local

EN 225, ao km 40,3, a 1,5 km no sentido de Castro Daire
Castro

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como SIP - Sítio de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 903/2014, DR, 2.ª série, n.º 210, de 30-10-2014 (sem restrições) (ver Portaria)
Despacho de homologação de 6-08-1980
Parecer de 1-08-1980 da COISPCN a propor a classificação como IIP
Em 16-05-1980 foi enviada a documentação relativa ao castro, recolhida por António Baptista Lopes
Em 21-11-1979 foi solicitada informação sobre o castro ao Dr. Armando Coelho e ao Dr. Rui Centeno da Universidade do Porto

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Tal como nas demais categorias patrimoniais, a região viseense apresenta-se particularmente rica em vestígios arqueológicos, nomeadamente da Idade do Ferro, de entre os quais sobressaem os relativos a povoados fortificados, mais vulgarmente conhecidos por "castros".
Neste aspecto particular, o concelho de Castro Daire revela-se assaz profícuo, até pelas condições geomorfológicas das quais desfruta, pautadas pelo predomínio da paisagem de montanha, ainda que não pareçam abundar as ruínas indicadoras da presença da denominada "cultura castreja", apesar da sobrevivência de alguns topónimos a ela relativos, como no caso da própria localidade de Castro Daire.
Em termos genéricos, a Idade do Ferro no actual território português caracteriza-se pela emergência da metalurgia que lhe deu nome, ao mesmo tempo que pelo surgimento de uma gramática decorativa predominantemente geométrica, pela difusão da incineração, como ritual funerário prevalecente, e, sobretudo, pela implementação de uma estrutura social assente no modelo de chefaturas militares, o que poderia, em última análise, justificar a eleição generalizada destes lugares elevados para edificação dos seus povoamentos, investidos de um sistema aparentemente defensivo.
Não surpreenderá, por conseguinte, que o "Castro do Cabeço dos Mouros" nos surja no topo de uma colina sobranceira aos ribeiros de Levadas e Tenente, de difícil acesso, conquanto desprovida de um domínio visual muito assinalável sobre a paisagem envolvente.
Das estruturas erguidas ao longo do primeiro período ocupacional do arqueossítio, ocorrido durante a 1.ª Idade do Ferro estabelecida para esta região do país, iniciada por volta do século VII a. C., remanescem tão somente escassos troços de muralhado constituídos por material pétreo de pequenas dimensões, assim como vestígios de duas habitações de planta circular, localizadas, como habitualmente nestes povoados de altura, na área interna delimitada pelo pano de muralha que circundava o monte.
E como sucede nos restantes exemplares desta tipologia arqueológica, os fragmentos cerâmicos abundam à superfície da área de expressão do povoado, numa prova inequívoca da sua função primordial.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Roteiro dos Monumentos Militares Portugueses

Local

Lisboa

Data

1948

Autor(es)

ALMEIDA, João de

Título

A Idade do Ferro em Portugal, Nova História de Portugal

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

SILVA, Armando Coelho Ferreira da

Título

A Primeira Idade do Ferro, Nova História de Portugal

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

SILVA, Armando Coelho Ferreira da

Título

Castro Daire

Local

Castro Daire

Data

1995

Autor(es)

VAZ, João Luís da Inês, CORREIA, Alberto, ALVES, Alexandre

Título

Castro Daire. Roteiro Turístico

Local

Castro Daire

Data

1995

Autor(es)

CORREIA, Alberto

Título

Roteiro Arqueológico da Região de Turismo Dão Lafões

Local

Viseu

Data

1994

Autor(es)

VAZ, João Luís da Inês, PEDRO, Ivone dos Santos da Silva, ADOLFO, Jorge