Saltar para o conteúdo principal da página

Castelo de Alva - detalhe

Designação

Designação

Castelo de Alva

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Militar / Castelo

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Bragança / Freixo de Espada à Cinta / Poiares

Endereço / Local

- -
Lugar de Alva

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 40 361, DG, I Série, n.º 228, de 20-10-1955 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Particularmente abundante em vestígios arqueológicos, o território correspondente, na actualidade, à freguesia de Poiares enquadra-se na paisagem duriense, entre as Serras do Marão e de Avões, em plena paisagem transmontana, situando-se no ponto mais elevado de uma meseta acidentada a cerca de 700 metros de altitude, sendo ladeado por vários montes sobranceiros aos Rios Couro e Douro, e de onde se desfruta de um impressionante domínio visual sobre os terrenos circundantes.
Particularidades topográficas estas que não terão sido de somenos importância no momento em que se decidiu erguer o "Castelo de Alva", localizado no Lugar que lhe deu nome, e do qual remanescem apenas alguns vestígios do muralhado primitivo, de planta ovalada, assim como de um dos torreões que o integravam. Ademais, as potencialidades defensivas e, quase por inerência, de controle visual sobre um vastíssimo horizonte já tinham sido anteriormente avaliadas, nomeadamente ao tempo da presença romana na zona, a julgar pelas ruínas do povoado fortificado conhecido por 'São Paulo', com níveis de ocupação que remontam à Idade do Ferro, numa confirmação da excelência da sua implantação geográfica.
Tal como sucedeu com este castro, o Lugar de Alva assistiu a uma forte ocupação medieval, especialmente no decorrer da invasão leonesa, na primeira metade do século XIII, até que D. Sancho II (1209-1248) doou Alva a Freixo-de-Espada-à-Cinta, expulsando os habitantes que nela residiam durante a conquista leonesa.
[AMartins]

Bibliografia

Título

Inventário do Património artístico-religioso do concelho de Freixo de Espada à Cinta, in II Edição do programa Nacional de Bolsas de Investigação para Jovens Historiadores e Antropólogos

Local

Porto

Data

1996

Autor(es)

CARVALHO, Isabel Ruth de Paula, PEREIRA, Maria da Assunção Queirós

Título

Freixo de Espada à Cinta e as suas Antiguidades, Amigos de Bragança, 3ª série, nº8, pp.49-73

Local

Bragança

Data

1967

Autor(es)

PAULO, Amílcar

Título

Freixo de Espada à Cinta. Notas históricas. Sua evolução através do tempo, Brigantia, vol.1, nº1, pp.127-132

Local

Bragança

Data

1981

Autor(es)

TEIXEIRA, António José

Título

Castelos em Portugal. Retrato do seu Perfil Arquitectónico

Local

Coimbra

Data

2010

Autor(es)

CORREIA, Luís Miguel Maldonado de Vasconcelos