Saltar para o conteúdo principal da página

Pelourinho de Porto de Mós - detalhe

Designação

Designação

Pelourinho de Porto de Mós

Outras Designações / Pesquisas

Pelourinho de Porto de Mós(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pelourinho

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Leiria / Porto de Mós / Porto de Mós - São João Baptista e São Pedro

Endereço / Local

Largo do Rossio
Porto de Mós

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933 (ver Decreto) Ver inventário elaborado pela ANBA

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Porto de Mós é um concelho muito antigo, tendo recebido primeiro foral da chancelaria de D. Dinis, em 1305, e foral novo de D. Manuel, em 1515. Embora não existam vestígos do seu pelourinho, é quase seguro que existiu, não apenas em função do estatuto concelhio reconhecido pelos dois forais, mas também porque se conhece uma referência, incluída num Livro dos Acordos da Câmara, e datada de 1863, a um Largo do Pelourinho. Durante algum tempo, supôs-se que um conjunto de fragmentos conservados na Igreja de São Pedro da cidade, hoje identificados como pertencendo ao respectivo cruzeiro de adro, fossem da picota, justificando a sua classificação como Imóvel de Interesse Público. A referida classificação não possui portanto razão de ser, e não respeita ao actual pelourinho, erguido em c.1985 por iniciativa da Câmara Municipal de Porto de Mós. SML

Imagens

Bibliografia

Título

Pelourinhos Portugueses, Tentâmen de Inventário Geral

Local

Lisboa

Data

1997

Autor(es)

MALAFAIA, E. B. de Ataíde