Saltar para o conteúdo principal da página

Pedra da Moura - detalhe

Designação

Designação

Pedra da Moura

Outras Designações / Pesquisas

Necrópole da Pedra da Moura / Gravuras rupestres da Pedra da Moura (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Anta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Sever do Vouga / Silva Escura e Dornelas

Endereço / Local

-- --
Pedra da Moura

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 29/90, DR, I Série, n.º 163, de 17-07-1990 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Inserido numa região com inúmeros testemunhos da passagem e fixação de comunidades humanas ao longo dos tempos, numa evidência da diversidade e excelência dos recursos cinegéticos essenciais à sua sobrevivência, ainda que com significativa abundância de exemplares funerários megalíticos, o território correspondente, na actualidade, ao concelho de Sever do Vouga exibe, no termo da freguesia de Silva Escura, um exemplar notável de Arte Rupestre possivelmente executado entre o Neo-calcolítico e a Idade do Bronze, denominado "Pedra da Moura", designação pela qual são conhecidos vários sítios desta tipologia arqueológica entre as populações locais.
Foi na superfície de um grande penedo granítico horizontal que se insculpiram inúmeros motivos numa área com cerca de cinco metros de comprimento e dois de largura.
As gravações são compostas de motivos bastante eclécticos, embora ilustrativos das cronologias propostas, com predomínio para os geométricos, dos quais sobressaem os círculos concêntricos duplos e triplos, assim como simples ladeados por outro elemento, semi-círculos, círculos simples associados a motivo radial, arcos de círculo e espirais. A par destes, surgem os entrelaçados, os sulcos e os traços, de par com as características covas e covinhas, apresentando-se todo o conjunto de petróglifos dividido por um profundo sulco longitudinal.
[AMartins]

Bibliografia

Título

Arte rupestre pós glaciária. Esquematismo e abstracção, História de Arte em Portugal, 1. Do Paleolítico à Arte Visigótica

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

BAPTISTA, António Martinho

Título

Arte rupestre. As insculturas do Arestal e o problema das combinações circulares e espiralóides do noroeste peninsular, Arquivo do Distrito de Aveiro

Local

Aveiro

Data

1938

Autor(es)

SOUTO, Alberto

Título

A arte rupestre em Portugal (entre Douro e Vouga). As insculturas da Serra de Cambra e de Sever e a expansão das combinações circulares e espiralóides no noroeste peninsular, Trabalhos da Sociedade Portuguesa de Antropologia e Etnologia

Local

Porto

Data

1932

Autor(es)

SOUTO, Alberto

Título

Carta Arqueológica do Concelho de Sever do Vouga

Local

Sever do Vouga

Data

1988

Autor(es)

BETTENCOURT, Ana Maria dos Santos

Título

Campanha de escavação e consolidação da Mamoa 1 da Cerqueira, Serra de Arestal - Sever do Vouga, Arqueologia

Local

Porto

Data

1989

Autor(es)

BETTENCOURT, Ana Maria dos Santos