Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de Ferreiros de Tendais - detalhe

Designação

Designação

Igreja de Ferreiros de Tendais

Outras Designações / Pesquisas

Igreja de São Pedro / Igreja Paroquial de Ferreiros de Tendais / Igreja de São Pedro (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Cinfães / Ferreiros de Tendais

Endereço / Local

EN 321
Ferreiros de Tendais

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 740-L/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (ver Portaria)
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Anúncio n.º 14165/2011, DR, 2.ª série, n.º 192, de 6-10-2011 (ver Anúncio)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Parecer de 3-11-2010 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como MIP
Proposta de 14-05-2010 da DRC do Norte para a classificação como de IP
Despacho de homologação de 16-12-1947
Parecer de 12-12-1947 da 1.ª Subsecção da 6.ª Secção da JNE a propor a classificação como Imóvel de Interesse Local quando superiormente fosse estabelecida tal classificação (a categoria de VC veio a ser estabelecida em 1949)

ZEP

Portaria n.º 740-L/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (sem restrições) (ver Portaria)
Anúncio n.º 14165/2011, DR, 2.ª série, n.º 192, de 6-10-2011 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 3-11-2010 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 14-05-2010 da DRC do Norte

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Igreja de São Pedro de Ferreiros de Tendais foi edificada na primeira metade do século XVII, em substituição de uma pequena ermida de fundação medieval, possivelmente anterior ao século XIII. A obra estaria concluída antes de 1650, havendo notícia de uma visitação realizada em 1645, em que era dada ordem para rematar o entablamento.
O templo seiscentista apresenta uma curiosa disposição no terreno, uma vez que se encontra implantado em cota inferior à via pública. Por outro lado, as sineiras foram colocadas num pano murário edificado frente ao alçado principal, e separado deste.
Disposto longitudinalmente, apresentando um modelo de gosto chão , com fachada delimitada por contrafortes laterais coroados por pináculos, e portal de moldura rectangular, simples, rasgado ao centro. Sobre este dispõe-se uma janela gradeada, de arco abatido.
Lateralmente, a divisão entre a nave e a capela-mor é marcada por contrafortes, e os alçados laterais são rasgados, a espaços regulares, pela abertura de grandes janelões, que permitem uma forte iluminação do interior. O corpo da sacristia destaca-se na planimetria.
De nave única, o interior do templo possui coro-alto, de madeira policromada, e baptistério, do lado do Evangelho. O espaço é coberto por tecto de madeira, dividido em caixotões, dourados e policromados, que emolduram cenas da vida da Virgem e imagens do hagiológio. A toda a volta dispõe-se um lambril de azulejos seiscentistas, de tapete.
O arco triunfal é revestido por madeira dourada e policromada, prolongando-se para os retábulos laterais, em estilo nacional, com tribuna rectangular.
A capela-mor, cujo revestimento é igual ao da nave, possui também lambril de azulejos, de manufactura seiscentista. Ao centro, dispõe-se o retábulo-mor, de estilo nacional, que alberga ao centro tela com a representação da Instituição da Eucaristia .
A igreja foi restaurada em 1889, a expensas de Martinho de Montenegro Pamplona, Conde de Castelo de Paiva.
Catarina Oliveira
IGESPAR,I.P./2007

Imagens

Bibliografia

Título

História do Bispado e Cidade de Lamego, vol. 4, Renascimento (II)

Local

Lamego

Data

1984

Autor(es)

COSTA, Manuel Gonçalves da

Título

Cinfães : terras ao léu

Local

Porto

Data

1985

Autor(es)

MONTEREY, Guido