Saltar para o conteúdo principal da página

Centro Histórico de Santarém - detalhe

Designação

Designação

Centro Histórico de Santarém

Outras Designações / Pesquisas

Núcleo urbano da cidade de Santarém / Centro histórico de Santarém (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Conjunto

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Santarém / União de Freguesias da cidade de Santarém

Endereço / Local

-- -
Santarém

Proteção

Situação Actual

Em Vias de Classificação

Categoria de Protecção

Em Vias de Classificação (com Despacho de Abertura)

Cronologia

Anúncio n.º 13747/2012, DR, 2.ª série , n.º 231, de 29-11-2012 (abertura de novo procedimento de classificação do Centro Histórico de Santarém) (ver Anúncio)
Anúncio n.º 13706/2012, DR, 2.ª série , n.º 223, de 19-11-2012 (arquivamento do procedimento relativo ao Centro Histórico de Santarém) (ver Anúncio)
Despacho de 24-10-2012 do diretor-geral da DGPC, concordante com a proposta anterior (arquivamento do procedimento inicial, e abertura de dois outros procedimentos)
Parecer favorável de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 18-10-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo para o arquivamento do procedimento e a abertura de dois outros procedimentos ("Centro Histórico de Santarém" e "Ribeira de Santarém") (ver ficha)
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
df1sdip/2011/12/23200/0520605206.pdf ">(ver Despacho)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Edital de 3-01-2002 da CM de Santarém
Despach N.º 03/2001 de 18-04-2001 do vice-presidente do IPPARa determinar a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de classificação de 26-03-1997 da CM de Santarém

ZEP

Anúncio n.º 13747/2012, DR, 2.ª série , n.º 231, de 29-11-2012 (fixou a ZEPP) (ver Anúncio)
Despacho de 24-10-2012 do diretor-geral da DGPC a fixar a ZEP provisória
Parecer favorável de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 18-10-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo para a fixação de uma ZEP provisória

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Aquele que é actualmente considerado como o "Centro Histórico de Santarém", por excelência, engloba toda uma série de eclécticas edificações, tanto do ponto de vista histórico-artístico, como do utilitário. No seu conjunto, estes imóveis reflectem bem a evolução das próprias vivências quotidianas desta cidade ao longo dos séculos, ao mesmo tempo que ilustram sucessivas páginas da História do nosso país.
A área delimitada pelo Centro Histórico detém características muito específicas, atendendo, quer à relação especial que o rio Tejo manteve com ela, quer à própria geo-morfologia do terreno e o notório contraste paisagístico existente entre o planalto e a planície, que permitiu uma harmonização dos diversos elementos que compõem esta mesma área, seja em consequência da acção natural ou humana. Foram, contudo, estas mesmas pecularidades topográficas que condicionaram a estruturação da maior parte desta área e suas respectivas edificações numa zona planáltica sobranceira ao rio, à altitude média de 103 metros, para além dos dois núcelos urbanos ribeirinhos - a Ribeira de Santarém e o Alfange -, assentes a uma altitude média de 8 metros, na margem direita do rio Tejo.
Desde 1910 que o património histórico edificado de Santarém tem vindo a ser classificado, abrangendo, grosso modo, todo o Centro Histórico. Deste, fazem parte edifícios tão díspares, tipologica e cronologicamente, como as Ruínas da Albergaria de S. Martinho, o Mercado Municipal de Santarém, o Núcleo Museológico dos Caminhos de Ferro, ou o Café Central, todos eles atestando, uma vez mais, a evolução secular das populações que aqui viveram.
Todavia, não são apenas os imóveis a revestirem-se de maior interesse, seja para os especialistas como para os visitantes, em geral. Com efeito, as próprias fachadas dos edifícios habitacionais construídos durante os sécs. XIX e XX, evidenciam bem o desenvolvimento dos conceitos arquitectónicos e das novas tecnologias aplicadas à construção civil. Disso são exemplo as aplicações de painéis azulejares de natureza industrial, porcelana, ferro forjado e fundido, etc., a par de elementos arquitectónicos representativos de outras eras, desde a época da presença romana no nosso território, passando pelos testemunhos da actividade islâmica, até aos emblemáticos monumentos medievais scalabitanos.
Embora algumas destas edificações e troços urbanos tenham sido objecto de alterações ao longo dos séculos, quer em resultado do desenvolvimento natural de qualquer malha urbanística sujeita a intervenções pontuais de readaptação, quer da própria acção demolidora do Homem ou da Natureza, o facto é que se procedeu sempre à renovação deste centro, com a preocupação de respeitar, de algum modo, o traço original. Tal não impediu, no entanto, que se procedessem a algumas alterações, que, na generalidade, resultaram num enriquecimento do património integrado e imóvel desses mesmos edifícios. Disso, são exemplo os revestimentos de alçados interiores e exteriores de monumentos com painéis de azulejos, como no caso da Igreja de Marvila, levando à designação da cidade de Santarém, não apenas como a "Capital do Gótico" de Portugal, como a "Capital do Azulejo" do país.
Na verdade, a riqueza e particularidade deste Centro Histórico encontram-se patentes e justificadas na continuidade da ocupação humana, confirmada pela presença de diferentes estilos arquitectónicos, verdadeiramente emblemáticos dos diversos períodos histórico-artísticos existentes no território actualmente português.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

A Albergaria de S. Martinho - Santarém. Relatório Preliminar.

Local

-

Data

1977

Autor(es)

GONÇALVES, João Ludgero Marques; SERRÃO, Vítor Manuel

Título

Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Santarém

Local

Lisboa

Data

1949

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

História de Santarém Edificada

Local

-

Data

1740

Autor(es)

VASCONCELOS, Pe. Inácio da Piedade

Título

Santarém, História da Arte em Portugal

Local

-

Data

1931

Autor(es)

SARMENTO, Zeferino

Título

Guia de Santarém

Local

-

Data

1924

Autor(es)

OSÓRIO, José

Título

Santarém Monumental

Local

CMS

Data

1988

Autor(es)

PAES, Octávio da Silva

Título

Santarém: candidatura de Santarém a património mundial, 3º v., Património monumental de Santarém : inventário, estudos descritivos

Local

-

Data

1996

Autor(es)

CUSTÓDIO, Jorge

Título

Santarém, Cidade do Mundo

Local

CMS

Data

1996

Autor(es)

CUSTÓDIO, Jorge

Título

História e Monumentos de Santarém

Local

-

Data

1993

Autor(es)

SARMENTO, Zeferino

Título

O património artístico de Santarém

Local

-

Data

1996

Autor(es)

SERRÃO, Vítor

Título

Santarém: História e Arte

Local

-

Data

1951

Autor(es)

SERRÃO, Joaquim Veríssimo

Título

Santarém: a Cidade e os Homens

Local

-

Data

1977

Autor(es)

Museu Distrital de Santarém