Saltar para o conteúdo principal da página

Anta ou orca de Cortiçô - detalhe

Designação

Designação

Anta ou orca de Cortiçô

Outras Designações / Pesquisas

Casa da Orca de Cortiçô / Anta do Cortiçô / Orca do Cortiçô / Dólmen da Casa da Orca (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt) / (Ver Ficha em www.arqueologia.patrimoniocultural.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Anta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Fornos de Algodres / Cortiçô e Vila Chã

Endereço / Local

-- -
Cortiçô

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 26-A/92, DR, I Série-B, n.º 126, de 1-06-1992 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Anta ou orca de Cortiçô, localiza-se no sítio do Correão, freguesia de Cortiçô e Vila Chã, concelho de Fornos de Algodres. Encontra-se a cerca de 1 km a norte da povoação de Cortiço e 6 km a nordeste da sede de concelho. Implanta-se em planalto, com amplo domínio visual sobre o espaço envolvente, a poente da Ribeira de São Domingos. A oeste, a uma distância de 2,3 km, encontra-se o Dólmen da Matança.
Este monumento megalítico é constituído por uma câmara poligonal de grandes dimensões delimitada por nove esteios de granito, dos quais três revelam pinturas a ocre vermelho. A câmara funerária mede, no seu eixo maior, 3,90 metros e, no menor, 3,20 metros, atingindo 3 metros de altura. Na laje de cabeceira foi gravada uma cruz, no exterior, já em tempos históricos. A laje de cobertura permanece no local original e apresenta a particularidade de conter insculpidas diversas covinhas preexistentes à anta. Possui corredor diferenciado de 4,80 metros de comprimento e 2 de altura, orientado a su-sudeste, mantendo-se quatro ortóstatosin situ. Registam-se vestígios da existência de um átrio.
História
A edificação da Anta ou orca de Cortiçô remonta ao Neolítico (1º quartel do 4º milénio a.n.e.), com reutilização no decurso do 3º milénio a.n.e. (Calcolítico).
Foi intervencionada por José Leite de Vasconcelos em 1896. Em 1992 foi efetuada uma nova escavação, promovida pela Câmara Municipal de Fornos de Algodres no âmbito do projeto Práticas Funerárias da Idade do Bronze Final na Beira Alta, sob a direção científica de Domingos de Jesus da Cruz, tendo sido exumado a grande parte do espólio conhecido. Posteriormente, em 2016/17, Susana Carvalho e Marco Bento dirigiram uma campanha arqueológica de requalificação e valorização do monumento novamente providenciada pela Câmara Municipal, após o monumento ter sido alvo de uma ação de vandalismo que condenou parcialmente as pinturas. Do espólio recolhido destacam-se um machado de pedra polida, abundantes fragmentos de cerâmica, um bordo com orifício de suspensão, pontas de seta, raspadores, lamelas e um cristal de quartzo.
Ana Vale
DGPC, 2020

Imagens

Bibliografia

Título

Die Megalithgraber der Iberischen Halbinsel: der Westen, Madrider Forschungen

Local

Berlim

Data

1959

Autor(es)

LEISNER, Vera, LEISNER, Georg Klaus

Título

Tesouros Artísticos de Portugal

Local

Lisboa

Data

1976

Autor(es)

ALMEIDA, José António Ferreira de

Título

A consolidação do sistema agro-pastoril, Nova História de Portugal

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

JORGE, Susana de Oliveira

Título

Dólmen de Cortiçô (Cortiçô, Fornos de Algodres, Guarda) - Conservação e Restauro. Relatório Final.

Local

-

Data

2017

Autor(es)

CARVALHO, Susana, BENTO, Marco

Título

A Orca das Corgas da Matança (Fornos de Algodres), Portugália

Local

Porto

Data

1989

Autor(es)

CRUZ, Domingos de Jesus da, CUNHA, Ana Maria Cameirão Leite da, GOMES, Luís Filipe Coutinho

Título

Aquisições do Museu Etnográfico Português, O Arqueólogo Português

Local

Lisboa

Data

1897

Autor(es)

VASCONCELLOS, José de Leite de

Título

Características predominantes do grupo dolménico da Beira Alta, Beira Alta

Local

Viseu

Data

1966

Autor(es)

MOITA, Irisalva Nóbrega

Título

O Megalitismo em Portugal:problemas e perspectivas, Actas das III Jornadas Arqueológicas

Local

Lisboa

Data

1977

Autor(es)

ARNAUD, José Eduardo Morais

Título

Monumentos megalíticos do concelho de Fornos de Algodres, Estudos pré-históricos

Local

Viseu

Data

1993

Autor(es)

CRUZ, Domingos de Jesus da

Título

Monumentos megalíticos entre Tejo e Douro, Megalitismo en la Peninsula Ibérica

Local

Madrid

Data

1987

Autor(es)

KALB, Philine

Título

Megalitismo, habitat e sociedades: A bacia do médio e alto Mondego no conjunto da Beira Alta, Actas do Seminário O megalitismo no Centro de Portugal: novos dados, problemática e relações com outras áreas peninsulares

Local

Viseu

Data

1994

Autor(es)

SENNA-MARTINEZ, João Carlos de