Saltar para o conteúdo principal da página

Anta da Tapada dos Matos, ou Anta dos Mosteiros - detalhe

Designação

Designação

Anta da Tapada dos Matos, ou Anta dos Mosteiros

Outras Designações / Pesquisas

Anta da Tapada de Matos / Anta dos Mosteiros(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Anta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Castelo de Vide / Nossa Senhora da Graça de Póvoa e Meadas

Endereço / Local

- Herdade dos Mosteiros
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como SIP - Sítio de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 740-AI/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (toda a área é considerada ZNA) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 16-11-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13396/2012, DR, 2.ª série, n.º 175, de 10-10-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 7-12-2011 do diretor do IGESPAR, I.P.
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Parecer de 23-11-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como SIP
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Edital de 1-04-1997 da CM de Castelo de Vide
Despacho de homologação de 18-03-1997 do Ministro da Cultura
Despacho de concordância de 10-01-1992 do presidente do IPPC
Parecer de 16-12-1991 do Conselho Consultivo do IPPC a propor a classificação como IIP
Despacho de abertura de 21-12-1990 do vice-presidente do IPPC
Proposta de classificação de 16-10-1990 dos SRAZS
Processo iniciado em 1988 nos SRAZS

ZEP

Portaria n.º 740-AI/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (sem restrições) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 16-11-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13396/2012, DR, 2.ª série, n.º 175, de 10-10-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 7-12-2011 do diretor do IGESPAR, I.P.
Parecer favorável de 23-11-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 8-04-2011 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Localizado numa zona rural, de forma isolada em terrenos de cultivo e rodeado de sobreiros e de oliveiras, este monumento funerário megalítico terá sido erguido entre o Neolítico e Calcolítico e constituí o exemplar de maiores dimensões atribuído a esta tipologia de todos os registados até ao momento no Concelho de Castelo de Vide e no Nordeste Alentejano, fazendo parte do complexo arqueológico dos Mosteiros.
Não obstante o seu precário estado de conservação, ainda são visíveis sete dos oito esteios graníticos que compunham originalmente a câmara sepulcral de planta poligonal irregular com cerca de cinco metros de diâmetro interno, para o interior da qual encontram-se inclinados três dos seus maiores esteios. A par destes, observam-se fragmentos de vários blocos graníticos, muito possivelmente correspondentes aos esteios que perfaziam o primitivo chapéu.
Quanto ao corredor, relativamente comprido, apesar de ter sido cortado sensivelmente a meio por um muro de pedra solta delimitador de uma propriedade contígua, ele apresenta-se aberto a nascente, sem qualquer laje de cobertura, e é composto de seis esteios suportados, pelo interior, por seis pedras colocadas verticalmente.
Em relação à mamoa - ou tumulus - que cobriria outrora todo o monumento, ainda são bastante visíveis alguns dos seus vestígios.
Integrado na área do monumento é também possível observar a existência de um silo escavado na rocha de origem pré-megalítica, mas que terá sido parcialmente destruído quando da abertura de uma cova para colocação de um dos esteios do corredor. Poderá, deste modo, ter pertencido a uma área habitacional existente no mesmo local onde seria posteriormente construída a anta em epígrafe.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Die Megalithgraber der Iberischen Halbinsel: der Westen, Madrider Forschungen

Local

Berlim

Data

1959

Autor(es)

LEISNER, Vera, LEISNER, Georg Klaus

Título

Carta Arqueológica do Concelho de Castelo de Vide

Local

Lisboa

Data

1975

Autor(es)

RODRIGUES, Maria da Conceição Monteiro