Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de São Facundo - detalhe

Designação

Designação

Igreja de São Facundo

Outras Designações / Pesquisas

Igreja Paroquial de São Facundo (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Bragança / Vinhais / Vinhais

Endereço / Local

- -
São Facundo

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 95/78, DR, I Série, n.º 210, de 12-09-1978 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Não estão esclarecidas as origens do templo de São Facundo. O seu orago admite pensar numa fundação pré-românica, eventualmente a rondar os séculos IX-X, altura em que se sabe ter o reino asturiano alcançado um momento de particular expansão. O templo que sobreviveu até aos nossos dias é posterior, provavelmente do século XIII. Por essa altura, Vinhais foi objecto de um importante processo de povoamento e restruturação administrativa. O centro da vila foi deslocado para a zona do castelo, então em construção, o que determinou a localização relativamente excêntrica da igreja.
Esta terá sido integralmente remodelada, de acordo com um figurino tardo-românico, embora manifestando algumas características típicas da arquitectura medieval transmontana, como o excessivo prolongamento vertical da fachada principal, para receber campanário de dupla sineira. O projecto é modesto, compondo-se de nave única e capela-mor rectangular (esta entretanto substituída por outra, no período maneirista). A obra deverá ter-se concluído no século XIII, uma vez que data de 1305 a referência concreta à igreja, constante do testamento do Abade de Outeiro de Facundo, que escolheu enterrar-se no templo.
PAF

Imagens