Saltar para o conteúdo principal da página

Casa do Paço das Donas - detalhe

Designação

Designação

Casa do Paço das Donas

Outras Designações / Pesquisas

Casa do Paço das Donas (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Castelo Branco / Fundão / Fundão, Valverde, Donas, Aldeia de Joanes e Aldeia Nova do Cabo

Endereço / Local

Largo da Igreja
Donas

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O Paço das Donas foi possivelmente construído no início do século XVI, como o denotam os elementos decorativos da casa, sendo propriedade dos Morgados de Pancas, familiares do conhecido Cardeal de Alpedrinha, D. Jorge da Costa.
De planta rectangular, disposta horizontalmente, o Paço das Donas apresenta uma fachada principal dividida em dois registos. O primeiro possui portal em arco de volta perfeita, enquadrado por dois contrafortes marcados por pilastras duplas. Uma escadaria com dois lanços dá acesso ao segundo registo, possuindo um patamar intermédio, sob o qual existe uma pilastra simples. No segundo registo foi aberto o portal principal, de arco abatido com duas arquivoltas decoradas com florões e encimadas por três cogulhos, estando apoiado em dois colunelos de cada lado, com capitéis decorados por cordames. Ao lado do portal foi colocada a pedra de armas dos Morgados de Pancas. Ladeando o portal foi aberta, à direita, uma janela com moldura de arco conopial rematado por cogulhos semelhantes aos do portal, à esquerda, duas janelas de moldura rectangular simples prolongada inferiormente.
A fachada noroeste possui igualmente dois registos, estando o segundo dividido por três portas de moldura rectangular e uma varanda de madeira alpendrada com balaústres estilizados. A fachada oposta a esta, situada a sueste, possui no segundo registo uma janela de ângulo com vãos em arco pleno decorados por colunelos de capitel composto de base múltipla decorado por cordames e com mainel; a janela é rematada por arco em cortina decorado por cogulhos. O alçado noroeste possui, no primeiro registo um terraço alpendrado, suportado por colunas toscanas, e escadaria que dá acesso ao segundo registo, também com varanda alpendrada, mas de madeira e balaústres estilizados. O edifício é rematado a toda a volta por beiral triplo. Interiormente, o Paço das Donas é dividido em dois pisos, com diferenciação funcional.
A capela privada do paço possui planta quadrada com contrafortes diagonais rematados por gárgulas. O portal principal, de moldura rectangular, possui platibanda, estriada e almofadada, decorada por querubins, jarrões e grotescos.
Catarina Oliveira
IPPAR/2003

Imagens

Bibliografia

Título

Guia de Portugal, Beira II - Beira Baixa e Beira Alta

Local

Lisboa

Data

1984

Autor(es)

DIONÍSIO, Sant'Ana

Título

Elementos para um inventário artístico do Distrito de Castelo Branco

Local

Castelo Branco

Data

1976

Autor(es)

SALVADO, António

Título

Tesouros Artísticos de Portugal

Local

Lisboa

Data

1976

Autor(es)

ALMEIDA, José António Ferreira de

Título

Castelo Branco e a sua Região

Local

Coimbra

Data

1980

Autor(es)

NUNES, António Pires

Título

A arquitectura manuelina

Local

Vila Nova de Gaia

Data

2009

Autor(es)

DIAS, Pedro