Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja Paroquial de Penacova - detalhe

Designação

Designação

Igreja Paroquial de Penacova

Outras Designações / Pesquisas

Igreja de Nossa Senhora da Assunção / Igreja Paroquial de Penacova / Igreja de Nossa Senhora da Assunção (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Penacova / Penacova

Endereço / Local

Avenida Abel Rodrigues da Costa
Penacova

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 5/2002, DR, I Série-B. n.º 42, de 19-02-2002 (ver Decreto)

ZEP

Parecer do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. de 6-02-2008 (a ZEP só entra em vigor após publicação no DR)
Proposta de 21-12-2007 da DRCCentro

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Embora exista alguma controvérsia sobre as origens do povoado de Penacova, sabe-se com certeza que as primeiras referências documentais à vila mondeguina datam de 1036, havendo citações à povoação e ao seu castelo também na centúria seguinte. Em 1192 Penacova recebia o seu primeiro foral, doado por D. Sancho I. (PÉCURTO,1984,p. 12)
Embora tenha sido possivelmente fundada na Idade Média, a actual igreja matriz de Penacova foi praticamente toda edificada durante uma grande campanha datada da segunda metade do século XVI, fazendo parte do padroado do Mosteiro de Santa Clara de Coimbra (BORGES, N.C., 1995). O templo, dedicado a Nossa Senhora da Assunção, apresenta uma estrutura implantada longitudinalmente, de linhas sóbrias, com torre sineira recuada edificada do lado direito.
Na fachada o único elemento de destaque é o portal, em pedra de ançã, com moldura rectangular ladeada por pilastras, cujo entablamento é encimado por frontão curvo onde foi gravada, em baixo relevo, a imagem da padroeira ladeada por dois anjos.
O espaço interior é de nave única, coberta por abóbada de berço em madeira, e nas paredes laterais foram abertas várias capelas, encimadas por um conjunto de janelas dispostas a espaços regulares que iluminam toda a área. Ao fundo, o altar-mor alberga o retábulo em talha dourada, em estilo nacional, executado no último quartel do século XVII.
As capelas laterais distribuem-se de forma desigual pelos alçados laterais da nave, tendo sido todas edificadas no século XVI, pelo que formam um conjunto de arquitectura de gosto clássico de grande qualidade.
Do lado do Evangelho, onde se situa também o baptistério, foi edificada a Capela de Nossa Senhora da Esperança, de portal de moldura rectangular ladeada por pilastras jónicas, que alberga no seu interior um retábulo com uma escultura da Virgem com o Menino. Junto a esta, construiu-se a Capela de Nossa Senhora da Graça, capela privativa dos Duques de Cadaval, aberta por arco de volta perfeita com cabeças aladas gravadas no extradorso, que possui um retábulo de pedra com uma imagem da Virgem.
Na parede fronteira, foram edificadas as capelas do Espírito Santo, Nossa Senhora da Piedade, estas duas edificadas em 1628, e da Sagrada Família, todas com portais de estrutura muito semelhante, decorados com bustos em relevo.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal: distrito de Coimbra

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira, CORREIA, Vergílio

Título

Coimbra e Região

Local

Lisboa

Data

1987

Autor(es)

BORGES, Nelson Correia

Título

Monumentos de interesse histórico e turístico do concelho de Penacova

Local

Penacova

Data

1995

Autor(es)

BORGES, Nelson Correia

Título

Penacova

Local

Coimbra

Data

1984

Autor(es)

PÉCURTO, Varela