Saltar para o conteúdo principal da página

Palácio da Condessa de Mangualde - detalhe

Designação

Designação

Palácio da Condessa de Mangualde

Outras Designações / Pesquisas

Palácio da Condessa de Mangualde / Estalagem Casa da Azurara (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Palácio

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Mangualde / Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta

Endereço / Local

- -
Mangualde

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Edital n.º 52/2010 de 11-05-2010 da CM de Mangualde
Deliberação de 29-03-2010 da CM de Mangualde
Enviada cópia do processo em 28-02-2008 à CM de Mangualde
Proposta de 9-01-2008 da DRC do Centro para se remeter o processo à CM para classificar como de IM
A CM de Mangualde enviou elementos para a instrução da proposta em 7-12-2005
Proposta de classificação de 16-05-1978 da CM de Mangualde

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

ImóvelLocalizada na Rua Nova, nas imediações do edifício da câmara municipal, no centro de Mangualde, o chamado Palácio da Condessa de Mangualde é uma habitação senhorial de planta retangular, dividida em dois pisos, cuja fachada principal é antecedida, junto à via pública, por guarda de ferro com dois portões laterais. O frontispício é marcado pela disposição regular de portas retangulares, no piso térreo, e janelas de moldura com arco rebaixado com avental, no andar nobre. A entrada principal da casa situa-se também no piso superior, rasgada ao centro, a que se acede com escada dupla de pedra; a porta é encimada pela pedra de armas da família Amaral.
As fachadas laterais são simétricas, com três pisos, o superior correspondente a uma mansarda rematada em empena triangular. No piso térreo existe ao centro uma porta; no andar intermédio três janelas de sacada de arco curvo, ao centro, com guarda de ferro, ladeadas por janelas similares, mais pequenas, duas a cada lado; no piso cimeiro, existe uma varanda com guarda de ferro, para a qual abrem três janelas geminadas de sacada com moldura curva.
A fachada posterior divide-se por dois andares, com portas e janelas retangulares de moldura de pedra, apresentando uma escada lateral de ligação entre o piso superior e o jardim. Este integra a quinta da casa, uma grande propriedade murada, com espaço arborizado e canteiros de buxo.
História
O Palácio da Condessa de Mangualde foi edificado no século XIX pela família Amaral, muito provavelmente nas primeiras décadas da centúria, atendendo à feição da fachada principal, de inspiração rococó. Algumas décadas mais tarde, as fachadas laterais foram remodeladas.
Na primeira metade do século XX, Fernando de Almeida Cardoso e Albuquerque, 2.º Conde de Mangualde, comprou a casa aos descendentes dos primeiros proprietários, mandando então edificar as mansardas. A partir de então, o imóvel passou a ser conhecido pela designação de Palácio da Condessa.
Em 1991 o imóvel recebeu obras de remodelação, para que o espaço fosse transformado numa unidade de turismo rural, funções que mantém até aos dias de hoje.
O imóvel foi classificado como de interesse municipal em 2010.
Catarina Oliveira
DGPC, 2018

Imagens

Bibliografia

Título

Mangualde - Roteiro turístico

Local

Mangualde

Data

1997

Autor(es)

CORREIA, Alberto

Título

Casas solarengas do Concelho de Mangualde

Local

Mangualde

Data

1995

Autor(es)

CARDOSO, Anabela dos Santos Ramos

Título

Apontamentos para uma história do concelho de Mangualde

Local

Viseu

Data

1984

Autor(es)

ALVES, Alexandre