Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de Nossa Senhora da Assunção, paroquial de Safara - detalhe

Designação

Designação

Igreja de Nossa Senhora da Assunção, paroquial de Safara

Outras Designações / Pesquisas

Igreja Paroquial de Safara / Igreja Paroquial de Safara / Igreja de Nossa Senhora da Assunção (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Moura / Safara e Santo Aleixo da Restauração

Endereço / Local

Praça 25 de Abril
Safara

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 217/2013, DR, 2.ª série, n.º 72, de 12-04-2013(ver Portaria)
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 21-11-2012 da diretora-geral da DGPC
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Anúncio n.º 14991/2011, DR, 2.ª série, n.º 201, de 19-10-2011 (ver Anúncio)
Parecer de 9-02-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como MIP
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Proposta de 14-12-2010 da DRC do Alentejo para a classificação como de IP
Despacho de abertura de 25-02-1994 do presidente do IPPAR
Proposta de 25-02-1994 da DR de Évora para a abertura da instrução do processo de classificação
Informação favorável de 21-09-1990 do IPPC
Em 17-03-1987 a CM de Moura enviou nova documentação para instrução do processo
Em 16-04-1982 a CM de Moura enviou documentação para instrução do processo de classificação
Proposta de classificação de 23-03-1978 do IJF

ZEP

Portaria n.º 217/2013, DR, 2.ª série, n.º 72, de 12-04-2013 (sem restrições) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 21-11-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 14991/2011, DR, 2.ª série, n.º 201, de 19-10-2011 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 9-02-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 14-12-2010 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Desde o estabelecimento dos primeiros povoados na região, Safara foi sendo sucessivamente ocupada por povos distintos, derivando da ocupação árabe o mais importante legado cultural, que foi a própria denominação da povoação. Após a reconquista definitiva dos territórios da região de Moura, na terceira década do século XIII, Safara foi constituída como priorado da Ordem de Avis. Possivelmente, a edificação primitiva da igreja matriz local deverá datar de meados do da centúria de Duzentos, embora desta não restem actualmente vestígios.
O templo paroquial de Safara, dedicado a Nossa Senhora da Assunção, foi edificado cerca de 1500, e a construção prolongou-se até 1602. A sua estrutura, que se desenvolve longitudinalmente, apresenta um modelo muito comum às igrejas quinhentistas alentejanas, salientando-se pela verticalidade dos volumes, apoiados no exterior por um conjunto de contrafortes dispostos nas fachadas laterais. Do lado esquerdo da fachada foi construída a torre sineira.
O portal principal destaca-se pelo erudito modelo maneirista, cujo conjunto, ladeado por duas colunas jónicas, é completamente decorado por motivos decorativos inspirados na tratadística serliana.
Interiormente, o espaço divide-se em três naves com cinco tramos apoiados em colunas toscanas, com coro-alto incorporado no último tramo, junto à entrada, sendo todo o conjunto coberto por abóbadas de arestas.
O espaço da capela-mor é coberto com abóbada de berço, albergando ao centro um retábulo de talha dourada que incorpora um trono. As paredes laterais são cobertas por painéis de azulejos figurativos azuis e brancos. A sacristia, edificada do lado da Epístola, conserva a estrutura manuelina, sendo coberta por abóbada de cruzaria com mísulas e fecho decorados.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Imagens

Bibliografia

Título

Safara, freguesia de Moura

Local

Moura

Data

2001

Autor(es)

MOUCA, João Francisco da