Saltar para o conteúdo principal da página

Cavalete de São Vicente e instalação do Couto Mineiro - detalhe

Designação

Designação

Cavalete de São Vicente e instalação do Couto Mineiro

Outras Designações / Pesquisas

Mina de São Pedro da Cova / Cavalete de São Vicente (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Gondomar / Fânzeres e São Pedro da Cova

Endereço / Local

-- Mina de São Pedro
São Pedro da Cova

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 221/2010, DR. 2.ª Série, n.º 55, de 19-03-2010 (ver Portaria)
Despacho de homologação de 22-02-2010 do Secretário de Estado da Cultura
Parecer de 1-10-2008 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. favorável à classificação como IIP apenas do Cavalete e Couto Mineiro
Proposta de 27-05-2008 da DRC do Norte para a classificação como IIP
Despacho de abertura de 30-05-1996 do vice-presidente do IPPAR
Proposta de abertura de 28-05-1996 da DR do Porto do IPPAR
Proposta de classificação de 4-05-1990 da JF de São Pedro da Cova

ZEP

Portaria n.º 221/2010, DR. 2.ª Série, n.º 55, de 19-03-2010 (sem restrições) (ver Portaria)
Despacho de homologação de 22-02-2010 do Secretário de Estado da Cultura
Parecer de 1-10-2008 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P.
Proposta de 27-05-2008 da DRC do Norte

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Possuindo vestígios arqueológicos que testemunham um povoamento humano que remonta à pré-história, o território correspondente, na actualidade, ao concelho de Gondomar recebeu foral em 1193, por iniciativa de D. Sancho I (1154-1212), posteriormente confirmado por D. Afonso II (1185-1223), através das Inquirições, até que, em 1515, lhe foi doado novo foral por D. Manuel I (1469-1521).
De entre as freguesias que o compõem, consta a de São Pedro da Cova, cuja população se dedicou, desde tempos imorredouros, à agricultura, ainda que, especialmente a partir de 1802, o seu termo se transformasse num importante polo industrial na sequência da descoberta, no local, de enormes e abundantes jazidas de carvão (existindo as de manganês e de volfrâmio em Zebreiros), material imprescindível ao arranque e desenvolvimento da Industrialização oitocentista, à semelhança do que sucedia nos demais países europeus com larga experiência na matéria.
Mas foi sobretudo nos anos trinta da centúria seguinte que a extracção mineira se intensificou, assistindo-se, então, a um processo de migração para São Pedro da Cova, localidade que passaria a ser conhecida por "terra mineira", por excelência, até que a década de setenta trouxe o encerramento da mina, cuja memória produtiva se cristalizou no seio da 1.ª 'Casa da Malta' (assim designada por nele habitarem os trabalhadores oriundos de outras regiões do país), constituindo, na verdade, o único núcleo museológico deste tipo em Portugal, assim formado por "Cavalete de extracção de carvão e instalações do poço de São Vicente da Mina de São Pedro da Cova, incluindo a casa da Malta".
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

O Concelho de Gondomar (Apontamentos Monográficos) (Vols. I, II, III, IV)

Local

Porto

Data

1983

Autor(es)

OLIVEIRA, Camilo de

Título

Minas de carvão, Revista Expresso, 13 de Novembro de 1999

Local

Lisboa

Data

1999

Autor(es)

FERNANDES, José Manuel