Saltar para o conteúdo principal da página

Cine-Teatro Joaquim de Almeida - detalhe

Designação

Designação

Cine-Teatro Joaquim de Almeida

Outras Designações / Pesquisas

Cine-Teatro Joaquim de Almeida(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Cine-Teatro

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Setúbal / Montijo / Montijo e Afonsoeiro

Endereço / Local

Rua Cândido dos Reis
Montijo

Rua Luís Calado Nunes
Montijo

Rua Joaquim de Almeida
Montijo

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Edital n.º 85/2009 de 25-06-2009 da CM do Montijo, publicado no Jornal de Alcochete de 1-07-2009
Despacho da presidente da CM de Montijo a determinar a classificação como de IM
Edital N.º 134/2008 de 5-09-2008 da CM de Montijo
Despacho da presidente da CM de Montijo a determinar a abertura do procedimento de classificação como de IM
Despacho de revogação de 12-12-2006 da vice-presidente do IPPAR
Proposta de 11-12-2006 da DR de Lisboa para revogação do despacho de abertura, por o imóvel não ter valor nacional
Edital N.º 24/96 de 3-04-1996 da CM de Montijo
Despacho de abertura de 8-03-1996 do vice-presidente do IPPAR
Proposta de 1-03-1996 da DR de Lisboa para a abertura da instrução de processo de classificação
Proposta de classificação de 10-11-1995 da CM de Montijo

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Tal como o Mercado Municipal, também o Cine-Teatro de Montijo veio ajudar a definir toda uma zona, na área mais antiga da vila, ocupando o espaço onde anteriormente se encontrava a Praça de Touros, junto ao antigo convento de Nossa Senhora da Graça, dos frades agostinhos. A sua imponência volumétrica impõe-se e destaca-se fortemente num contexto urbano que se pauta por habitações de cariz popular, de reduzidas dimensões.
Inaugurado em 1957 (na década que se seguiu ao importante Congresso Nacional de Arquitectura - 1948), este equipamento denuncia os cânones da arquitectura oficial do Estado Novo, onde se percebem bastantes traços de abertura e inovação, característicos dos denominados Verdes Anos da arquitectura portuguesa (TOSTÕES, 1997). Na realidade, este género de edifícios gozou de maior liberdade, apresentando por isso, uma linguagem mais funcional e moderna.
O seu projecto, concebido pelo arquitecto Sérgio Gomes, deve-se à iniciativa de quatro empresários de Montijo (Isidoro Sampaio de Oliveira, José Salgado de Oliveira, Luís da Silva Salgado de Oliveira e Gabriel da Fonseca Mimoso (pai)), o que revela a importância cultural das indústrias locais que, nesta época, conheceram franco desenvolvimento. O Cine-Teatro, Joaquim de Almeida em homenagem ao actor que nasceu nesta vila, dispunha de boa tecnologia, e o espaço interno dividia-se entre a plateia e três balcões, todos de boa visibilidade e acústica.
No exterior, é uma massa de grande volume que se destaca, aligeirada pela articulação dos diferentes panos da fachada e das grelhas de composição diferenciada. De alguma forma, podemos encontrar aqui alguns ecos do Cinema São Jorge em Lisboa, desenhado dez anos antes por Fernando Silva, e que se tornou numa obra de referência, determinante para a definição deste género de equipamentos, e para a divulgação de uma nova imagem (TOSTÕES, 1997, p. 108).
As esculturas junto à entrada, representam cinco figuras femininas, cada uma com seu atributo (máscara, lira, pergaminho, estrela), que simbolizam a arte ou, mais precisamente, a arte do teatro. Foram executadas por José Farinha e Martins Correia, constituindo um óptimo exemplo da ligação, então muito comum, entre arquitectura e artes plásticas.
O Cine-Teatro foi encerrado em 1991, assim permanecendo durante um longo período. Somente em 1998 o imóvel foi adquirido pela Câmara, que o restaurou nos anos seguintes (TORRES, AZEVEDO, LEAL, 2003, p. 128).
Rosário Carvalho

Imagens

Bibliografia

Título

Edifícios e monumentos notáveis do concelho do Montijo

Local

Montijo

Data

1989

Autor(es)

GRAÇA, Luís

Título

Subsídios para a História do Concelho do Montijo - cronologia geral

Local

Montijo

Data

1992

Autor(es)

LUCAS, Isabel

Título

O Cine-Teatro Joaquim de Almeida, Nova Gazeta

Local

Montijo

Data

1996

Autor(es)

-

Título

O Cinema Joaquim de Almeida está condenado á morte?, Nova Gazeta

Local

MOntijo

Data

1996

Autor(es)

ALEIXO, Rui

Título

O Cinema-Teatro Joaquim de Almeida e outros assuntos de interesse cultural, Nova Gazeta

Local

Montijo

Data

1998

Autor(es)

ALEIXO, Rui

Título

Montijo Aldeia Galega - Cem anos de História Municipal

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

AZEVEDO, Rosa Bela, LEAL, Armando