Saltar para o conteúdo principal da página

Casa na Rua da Boga (condes de Abrantes), 10 e 12 - detalhe

Designação

Designação

Casa na Rua da Boga (condes de Abrantes), 10 e 12

Outras Designações / Pesquisas

Casa na Rua Condes de Abrantes, 10 e 12 / Casa na Rua do Boga, n.º 10 e 12 / Casa na Rua Condes de Abrantes, n.º 10 e 12(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Abrantes / Abrantes (São Vicente e São João) e Alferrarede

Endereço / Local

Rua dos Condes de Abrantes (Antiga Rua da Boga)
Abrantes

Número de Polícia: 10-12

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)
Edital de 2-01-1976 da CM de Abrantes
Despacho de homologação de 18-03-1975 do Secretário de Estado da Cultura e Educação Permanente
Parecer favorável de 7-03-1975 da 4.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE
Proposta do delegado da JNE no concelho para a classificação como VC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Rua da Boga, antiga designação que corresponde à actual Rua dos Condes de Abrantes, é conhecida, na documentação relativa a Abrantes, desde 1429. Eduardo Campos tem vindo a defender que, nos séculos XIV e XV, aqui se situava a Judiaria, pois a documentação coeva refere a proximidade deste bairro ou rua relativamente aos Paços do Concelho, que o autor pensa corresponderem à localização actual (CAMPOS, 1989, p. 18-19).
Não sabemos em que época foram construídas as edificações que, actualmente, definem esta artéria, mas o imóvel correspondente aos números 10-12 deverá remontar ao século XVIII. Contudo, a sua configuração, de extrema depuração, e o cariz utilitário da sua arquitectura, não nos permitem definir com exactidão uma cronologia construtiva.
Trata-se de uma casa rectangular, que se desenvolve em três andares - o piso térreo rasgado por duas portas e os andares superiores por duas janelas, ambas rematadas por um pequeno beirado. Todos os vãos, e o próprio edifício, são delimitados por uma faixa de tonalidade amarela.
À semelhança do que acontece com os restantes imóveis setecentistas de Abrantes, que chegaram até aos nossos dias, também o número 10-12 da Rua da Boga se integra na denominada arquitectura corrente. Este género de património, distante dos modelos habitacionais de grande erudição, tem vindo a ser valorizado enquanto testemunho de uma época significativa do ponto de vista do desenvolvimento urbano que, em Abrantes, e coincidindo com um crescimento económico, corresponde ao século XVIII.
(RC)

Imagens

Bibliografia

Título

Toponimia Abrantina.

Local

-

Data

-

Autor(es)

CAMPOS, Eduardo