Saltar para o conteúdo principal da página

Mamoa de São Simão - detalhe

Designação

Designação

Mamoa de São Simão

Outras Designações / Pesquisas

Mamoa de São Simão(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Mamoa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Amarante / Gouveia (São Simão)

Endereço / Local

-- -
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 26-A/92, DR, I Série-B, n.º 126, de 1-06-1992 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Sítio
A Mamoa de São Simão integra o Complexo Megalítico da Serra da Aboboreira, constituído por monumentos megalíticos e habitats que incluem um menir e várias mamoas. Está localizada no planalto da Serra da Aboboreira, no concelho de Amarante, junto à estrada que permite o acesso a Aldeia Velha.
Destacando-se na paisagem, assente em terra humosa, a mamoa é composta por uma câmara bem conservada, de disposição naviforme, fechada e sem corredor, com nove esteios imbricados, medindo 16 metros no sentido Norte-Sul e 15 metros e meio no sentido Este-Oeste. Apresenta um contraforte formado por blocos e lajes de granito sobrepostos. A estrutura sobrepõe-se a um paleo-solo, onde foram encontrados vestígios de um habitat, de revestimento tipo couraça, anterior à ereção do monumento funerário.
História
Datada do Neocalcolítico, a Mamoa de São Simão foi erguida entre 4.000 a. C. e 3.000 a. C..
O monumento foi escavado pelo arqueólogo Vítor Oliveira Jorge nos anos de 1982-1983, no âmbito do projeto Campo Arqueológico da Serra da Aboboreira (CASA). Durante as escavações foi descoberto espólio de um habitat anterior, composto por cerâmicas e líticos, que atualmente está depositado no Museu Municipal de Baião, em conjunto com todos os artefactos encontrados no projeto do CASA.
Na sequência dos trabalhos levados a cabo pela equipa de Vítor Oliveira Jorge, a Mamoa de São Simão foi classificada como de Interesse Municipal em 1992.
Catarina Oliveira
DGPC, 2016
(com a colaboração de Daniel Soares Ribeiro, CM Amarante)

Imagens

Bibliografia

Título

Escavação da mamoa da Mina do Simão (Serra da Aboboreira - Amarante), Arqueologia, n.º 9

Local

Porto

Data

1984

Autor(es)

JORGE, Vítor de Oliveira

Título

Megalitismo do Norte de Portugal: Distrito do Porto - Os Monumentos e a sua problemática no contexto europeu

Local

Porto

Data

1982

Autor(es)

JORGE, Vítor de Oliveira

Título

Serra da Aboboreira: Património, Natureza e Paisagem

Local

Amarante

Data

2014

Autor(es)

AA. VV.