Saltar para o conteúdo principal da página

Quinta de Santa Rita, incluindo a Casa de Fresco e o poço - detalhe

Designação

Designação

Quinta de Santa Rita, incluindo a Casa de Fresco e o poço

Outras Designações / Pesquisas

Casa da Quinta de Santa Rita(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Quinta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Setúbal / Almada / Almada, Cova da Piedade, Pragal e Cacilhas

Endereço / Local

EN 377
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 2/96, DR, I Série-B, n.º 56, de 6-03-1996 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Quinta de Santa Rita era uma das várias propriedades agrícolas existentes na margem Sul do Tejo, no Pragal, confinante com a de São Miguel, que lhe é fronteira.
Infelizmente, das construções que a caracterizavam apenas resta um torreão, inserido no muro da quinta e que se implanta junto à estrada, caracterizado como Casa de Fresco. Trata-se de uma construção de meados do século XVIII, desenvolvendo-se em planta quadrada com cunhais de pilastras em rusticado. O piso térreo é marcado pela abertura de um túnel de acesso aos antigos jardins, e o segundo apresenta uma janela de sacada, com outros vãos nos restantes alçados. Curiosa é a cobertura, a acusar a influência chinesa, erguendo-se em dois andares que recordam as estruturas do pagode chinês.
(Rosário Carvalho)

Imagens