Saltar para o conteúdo principal da página

Quinta do Paço - detalhe

Designação

Designação

Quinta do Paço

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Quinta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Coimbra / São Silvestre

Endereço / Local

Largo do Terreiro
São Silvestre

Rua do Terreiro
São Silvestre

Rua do Lagar
São Silvestre

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 67/97, DR, I Série-B, n.º 301, de 31-12-1997 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizada no Largo do Terreiro, no centro da freguesia de São Silvestre, a denominada Quinta do Paço é uma imponente habitação barroca, construída no século XVIII, e atualmente adaptada a hotel.
O edifício desenvolve-se numa planta em L, dividida em dois andares, com amplo terreiro em frente. A fachada principal, em ângulo reto, apresenta dois registos rasgados por portas e janelas, sendo as do andar nobre em sacada, decoradas quer com ferragem quer com pinturas em trompe l'oeil, uma característica decorativa usual nos edifícios solarengos da época. Ao portal principal, de arco abatido e de vão superior, acede-se através de um pequeno lanço de escadas, que se prolonga depois numa escadaria. Sobre este encontra-se um brasão e um óculo elíptico. O alçado lateral, também de dois registos, ostenta um portal em arco rebaixado, encimado por frontão triangular interrompido com o brasão dos Cabrais, Mouras, Coutinhos e Vilhenas (Gonçalves; Correia: 1947).
O espaço interior foi modificado depois das obras de transformação em unidade hoteleira. No edifício solarengo original destacava-se a capela particular no andar nobre, com altar de talha barroca e um retábulo em calcário policromado, da autoria de João de Ruão datado de 1544, com uma representação da Virgem com o Menino, sentada em cadeira de espaldar alto, rodeada por anjos músicos, que se encontra depositado no Museu Nacional de Machado de Castro. Nas paredes laterais encontravam-se outros baixo-relevos representando São João Baptista e São Jerónimo, igualmente atribuídos a Ruão, sendo o São Jerónimo muito semelhante ao que se encontra no Claustro da Manga (Borges: 1980, pp. 60-61).
História
Foi o estabelecimento do mosteiro hieronimita de São Marcos, fundado em 1451 num lugar ermo às portas de Coimbra, que fez desenvolver no lugar uma povoação, depois denominada de São Silvestre.
Seria nesta freguesia que, no primeiro quartel de Setecentos, a família Cabral de Moura e Horta mandou edificar a Quinta do Paço, com o seu Palácio de São Silvestre. Em 1730 o herdeiro Francisco Cabral de Moura e Horta unia-se, por casamento, a Antónia Pereira Coutinho de Vilhena, sendo desta ocasião o escudo que se encontra na fachada principal.
A casa viria a sofrer diversas obras e transformações nas centúrias seguintes, chegando ao final do século XX arruinada no espaço interior. Foi, depois, recuperada, funcionando atualmente como unidade hoteleira.
Deve referir-se, ainda, que o retábulo pétreo e os baixos relevos originalmente integrados na capela do paço foram executados na primeira metade do século XVI, cerca de 150 anos antes da construção da Casa, desconhecendo-se a sua origem; ou seja, não se sabe se o conjunto integrou alguma capela que existia anteriormente naquele local, ou se terão sido adquiridas pela família Cabral de Moura depois da construção do solar.
Catarina Oliveira
DGPC, 2017

Bibliografia

Título

João de Ruão, escultor da renascença coimbrã

Local

Coimbra

Data

1980

Autor(es)

BORGES, Nelson Correia

Título

Coimbra e Região

Local

Lisboa

Data

1987

Autor(es)

BORGES, Nelson Correia

Título

Inventário Artístico de Portugal - Aveiro, Beja, Coimbra, Évora, Leiria, Portalegre, Porto e Santarém

Local

Lisboa

Data

2000

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Património Edificado com Interesse Cultural - Concelho de Coimbra

Local

Coimbra

Data

2009

Autor(es)

Câmara Municipal de Coimbra - Departamento de Cultura