Saltar para o conteúdo principal da página

Casa das Quartas - detalhe

Designação

Designação

Casa das Quartas

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Vila Real / Vila Real / Mateus

Endereço / Local

EN 322
Lugar de Abambres

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Casa das Quartas é um edifício urbano isolado, construído na própria EN 322, formando um pequeno jardim no espaço que lhe é fronteiro. Para Norte desenvolvem-se algumas construções mais recentes. É visível ainda nas traseiras e para o lado Sul algum arvoredo que se encontra incluído na propriedade.
A casa exibe uma planta composta em U e possui dois pisos. Os volumes estão articulados com coberturas diferenciadas em telhado de quatro águas nas diferentes alas e de duas águas na capela. No prolongamento da fachada principal, exposta a poente e adossada no seu extremo Sul implanta-se a capela. A completar o seu enquadramento, uma parede à altura da Casa serve de painel de assentamento da pedra de armas em escudo esquartelado. A fachada principal exibe nove janelas no andar superior e outros tantos óculos no piso inferior. As restantes fachadas muito simples apresentam janelas de guilhotina com e sem moldura de granito.
No século XVII verifica-se a construção de uma ala da Casa e no século XIX dá-se a sua ampliação com a construção da Capela e de um corpo em L.
As paredes exteriores são em alvenaria de granito rebocadas no interior e no exterior.
A enorme pedra de armas da Casa das Quartas representa no primeiro quartel as armas dos Barros, com as suas três bandas acompanhadas de nove estrelas de seis pontas, no segundo as dos Mesquitas, no terceiros, as dos Pimentéis, e no quarto as dos Pereiras. Esta pedra pertenceu à Casa dos morgados do Espírito Santo de Favaios, levada para a sua Quinta da Comba em Sabrosa.
Trata-se de um imóvel profundamente transformado e reconstruído especialmente após o incêndio que muito a danificou. Inicialmente a Casa das Quartas seria uma casa de lavoura de planta rectangular a que mais tarde foi acrescentado um corpo em L e a Capela. AAM