Saltar para o conteúdo principal da página

Solar do Largo General José de Tavares - detalhe

Designação

Designação

Solar do Largo General José de Tavares

Outras Designações / Pesquisas

Casa de Tavares / Solar do Largo General José de Tavares / Casa de Tavares(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Solar

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Nelas / Nelas

Endereço / Local

Largo do General José de Tavares
Nelas

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Implantado no Largo General José de Tavares, a Casa desta importante família de Nelas caracteriza-se pela depuração dos seus alçados. Admite-se que a sua edificação possa remontar ao século XVI, uma vez que subsistem vários elementos deste período. Foi certamente objecto de reformas na centúria seguinte. A capela ostentava a data de 1638 mas foi destruída para dar lugar à igreja paroquial, por sua vez também demolida na década de 1970.
Já no decorrer do século XIX os proprietários edificaram a ala Sul e executaram várias alterações. Por sua vez, o jardim foi cortado em 1859 pela Estrada Nacional.
A casa apresenta planta em L, com fachada principal seccionada por pilastras que definem o corpo ao qual se adossa a escadaria de lanços convergentes que termina na porta principal, ao nível do andar nobre; um outro corpo aberto por duas janelas de sacada e um outro ainda marcado pelo portal neo-manuelino de acesso ao jardim, com vão de verga recta e arco polilobado, sobrepujado pelo brasão de armas dos Tavares (Processo de Classificação, IPPAR/DRC).
Nas restantes fachadas, os acessos ao piso nobre são efectuados através de escadarias, destacando-se ainda, na fachada posterior, uma varanda alpendrada, actualmente fechada, que assenta sobre colunata. No interior, ganham especial interesse os tectos de masseira e alguns painéis de azulejo barrocos e rococós. (RC)