Saltar para o conteúdo principal da página

Chafariz da Casqueira - detalhe

Designação

Designação

Chafariz da Casqueira

Outras Designações / Pesquisas

Chafariz da Casqueira (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Chafariz

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Figueira de Castelo Rodrigo / Castelo Rodrigo

Endereço / Local

- -
Casqueira

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 8/83, DR, I Série, n.º 19, de 24-01-1983 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Implantado junto à estrada nacional 332, nas imediações da povoação de Castelo Rodrigo, o Chafariz da Casqueira é uma estrutura de arquitetura hidráulica de granito, dividida em duas grandes secções. A secção vertical integra um espaldar retangular liso com duas bicas, delimitado por duas pilastras, sobre o qual assenta um frontão curvo com brasão de armas coroado por escudo real, esculpido em relevo no tímpano. Na secção horizontal distribuem-se quatro tanques, comunicantes entre si. Junto ao espaldar, colocados sob as bicas, encontram-se dois recetáculos pequenos quadrados, que se destinavam ao abastecimento da população; adossados a estes dispõem-se dois reservatórios retangulares de maiores dimensões, estes utilizados como bebedouro de animais. O alçado posterior é de aparelho liso.
História
Desconhece-se a data de edificação do Chafariz da Casqueira. É possível que o fontanário remonte ao século XVIII, atendendo à sua fisionomia. Por outro lado, deve lembrar-se que a preocupação com o abastecimento de água às populações por parte das edilidades teve maior enfoque nesta época, já que, embora esta fosse uma questão desde sempre presente na vida quotidiana europeia, as melhorias técnicas que surgiram ao longo das centúrias de Seiscentos e Setecentos tornaram a água num dos principais elementos da "festa barroca" (ROSSA, 1989, p. 115).
Este chafariz foi edificado por iniciativa do município de Castelo Rodrigo, que desta forma cumpria a sua função primeira de suprir as carências da cidade, reforçando também a sua imagem ao colocar em evidência no espaldar do fontanário o brasão da vila.
O Chafariz da Casqueira viria a ser classificado como de interesse municipal em 1983.
Catarina Oliveira
DGPC, 2019

Bibliografia

Título

CHAFARIZ, Dicionário da Arte Barroca em Portugal

Local

Lisboa

Data

1989

Autor(es)

ROSSA, Walter