Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Matriz do Cadaval - detalhe

Designação

Designação

Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Matriz do Cadaval

Outras Designações / Pesquisas

Igreja Matriz do Cadaval / Igreja Paroquial de Cadaval / Igreja de Nossa Senhora da Conceição(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Cadaval / Cadaval e Pêro Moniz

Endereço / Local

Largo da Igreja
Cadaval

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 2/96, DR, I Série-B, n.º 56, de 6-03-1996 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A matriz da vila do Cadaval terá sido edificada no século XVI e redecorada no século XVII. Apresenta um modelo simples, de tipologia chã, que foi enriquecido no exterior com o uso de policromia nos embasamentos e cunhais, uma característica bastante comum nas igrejas rurais da região.
De planta longitudinal composta por nave única e capela-mor de secção rectangular, possui na fachada portal com frontão triangular encimado por janela, também com frontão, e óculo. Do lado do Evangelho foi edificada a torre sineira, de secção quadrada, coroada por cúpula e pináculos.
No interior, a nave é coberta por tecto de masseira em caixotões, com lambril de azulejos de padrão. Junto ao coro-alto foram colocadas duas pinturas sobre tábua com representações da "Circuncisão" e do "Coroamento da Virgem". A capela-mor, decorada por lambril de azulejos de padrão, possui ao centro retábulo de talha policroma com tela representando a "Assunção da Virgem". Foram abertas duas capelas colaterais, com arco de volta perfeita inserido em alfiz.
O templo do Cadaval denuncia a confluência de diferentes gostos artísticos, derivada de campanhas de obras feitas em épocas distintas. As pinturas sobre tábua que decoram o interior do templo, de traço maneirista, foram possivelmente elaboradas no final do século XVI, podendo ter sido executadas como um único retábulo dedicado à Vida da Virgem. Os azulejos, de padrão apresentam elementos que identificam a época da sua execução nos finais do século XVII. Setecentista é a tela que decora o retábulo-mor.
Catarina Oliveira
GIF/ IPPAR/ 2004

Bibliografia

Título

Azulejaria Portuguesa

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

MECO, José

Título

Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1963

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de, FERRÃO, Julieta, GUSMÃO, Adriano de

Título

A Talha em Portugal

Local

Lisboa

Data

1962

Autor(es)

SMITH, Robert C.