Saltar para o conteúdo principal da página

Convento de Nossa Senhora do Loreto (Ruínas) - detalhe

Designação

Designação

Convento de Nossa Senhora do Loreto (Ruínas)

Outras Designações / Pesquisas

Convento de Nossa Senhora do Loreto (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Convento

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Setúbal / Santiago do Cacém / Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra

Endereço / Local

Herdade do Convento
Aldeia dos Chãos

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Despacho de revogação de 20-04-2009 do director do IGESPAR, I.P.
Proposta de revogação de 7-04-2009 da DRC do Alentejo
Despacho de abertura de 29-06-1995 do presidente do IPPAR
Proposta de 27-06-1995 da DR de Évora do IPPAR para a abertura da instrução de processo de classificação
Proposta de 6-08-1985 da Diocese de Beja

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O Convento de Nossa Senhora do Loreto terá sido fundado na segunda metade do século XV por D. Catarina de Noronha, mulher de Pedro Pantoja, comendador de Santiago do Cacém. O cenóbio foi edificado no local onde existia uma pequena ermida, já então dedicada à padroeira.
Este complexo conventual destinava-se a receber uma comunidade franciscana de 12 frades, tendo as suas estruturas sido remodeladas e ampliadas durante o reinado de D. Manuel. O espaço do convento incluía ainda um templo de nave única, com quatro capelas laterais. Do convento pouco resta, uma vez que depois da extinção das ordens religiosas, em 1834, o edifício foi vendido a particulares, cuja incúria levou à sua progressiva ruína.
Alguns dos elementos decorativos manuelinos encontram-se depositados no Museu Arqueológico de Sines.
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Imagens