Saltar para o conteúdo principal da página

Ermida de Santo António dos Olivais - detalhe

Designação

Designação

Ermida de Santo António dos Olivais

Outras Designações / Pesquisas

Capela de Santo António dos Olivais (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Capela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Alter do Chão / Alter do Chão

Endereço / Local

Herdade das Tapadas
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 274/2013, DR, 2.ª série, n.º 91, de 13-05-2013 (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 28-01-2013 da diretora-geral da DGPC
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Anúncio n.º 13677/2012, DR, 2.ª série , n.º 219, de 13-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer de 11-01-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como MIP
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Devolvido em 19-07-2010 pela Secretaria de Estado da Cultura ao IGESPAR, I.P. para reponderar a classificação, por ser propriedade da Igreja Católica, não podendo por isso ser classificada como IM
Edital de 26-10-2005 da CM de Alter do Chão
Despacho de homologação de 21-02-1997 do Ministro da Cultura
Parecer favorável de 10-12-1996 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 8-10-1996 da DR de Évora do IPPAR para a classificação como VC
Despacho de abertura de 19-06-1996 do vice-presidente do IPPAR
Proposta de classificação de 14-06-1996 da DR de Évora do IPPAR
Processo iniciado em 1985 no IPPC

ZEP

Portaria n.º 355/2017, DR, 2.ª série, n.º 201, de 18-10-2017 (com restrição) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 3-07-2017 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 54/2017, DR, 2.ª série, n.º 71, de 10-04-2017 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 8-08-2016 da diretora-geral da DGPC
Parecer favorável de 6-07-2016 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Nova proposta de 31-07-2014 da DRC do Alentejo
Despacho de 4-09-2013 da diretora-geral da DGPC a devolver a proposta à DRC do Alentejo para reanálise
Proposta de 8-07-2013 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A edificação da capela de Santo António dos Olivais remonta, muito possivelmente, ao século XVI, mas foi objecto de uma reconstrução de época posterior pelo que, do edifício original, apenas se conserva a capela-mor. Esta, é coberta por abóbada de nervuras pintada com motivos renascentistas. Uma outra campanha, datável do século XVII, foi responsável pela aplicação de azulejos polícromos de padrão, que formam um desenho único na região. Estes, revestem também o retábulo-mor, em alvenaria, com nicho central.
A capela-mor articula-se com a nave, única, através de arco triunfal de arco abatido, registando-se neste espaço o púlpito e a pia de água benta, em mármore.
No exterior, a igreja caracteriza-se pela mesma depuração, com fachada principal em empena e portal de verga recta, com moldura de mármore.
(RC)

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. I (Distrito de Portalegre)

Local

Lisboa

Data

1943

Autor(es)

KEIL, Luís