Saltar para o conteúdo principal da página

Solar dos Azevedos - detalhe

Designação

Designação

Solar dos Azevedos

Outras Designações / Pesquisas

Casa de Azevedo / Solar dos Azevedos (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Solar

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Braga / Barcelos / Lama

Endereço / Local

Rua dos Condes de Azevedo
Lama

Número de Polícia: 237

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 279/2014, DR, 2.ª série, n.º 81, de 28-04-2014 (ver Portaria)
Despacho de homologação 3-01-1989 da Secretária de Estado da Cultura
Parecer favorável de 15-12-1988 do Conselho Consultivo do IPPC
Proposta de classificação de 31-03-1987 da proprietária

ZEP

Portaria n.º 279/2014, DR, 2.ª série, n.º 81, de 28-04-2014 (sem restrições) (ver Portaria)
Despacho de homologação 3-01-1989 da Secretária de Estado da Cultura
Parecer favorável de 15-12-1988 do Conselho Consultivo do IPPC
Proposta de 29-02-1988 do IPPC (Norte)

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O núcleo primitivo do Solar de Azevedos corresponde ao maciço torreão lateral, edificado no início do século XVI. Na realidade, foi gravada numa das fachadas da torre uma inscrição, mandada executar por Martinho Lopes de Azevedo e datada de 1536, que confirma que a torre estava já construída nessa época.
Esta torre é exemplo de um modelo de residência senhorial quinhentista, designada por casa-torre , muito comum no Alto Minho. Esta tipologia retomou a estrutura do torreão de defesa muito utilizado na arquitectura militar medieval, utilizando-o não para fins defensivos mas como símbolo de nobreza de linhagem.
A estrutura da casa seria alterada no século XVIII, com a construção de um corpo residencial anexo à torre. De feições barrocas, este novo edifício desenvolve-se longitudinalmente dividido por dois pisos. Na fachada principal foi edificada, no andar nobre, uma grande varanda com colunata, recuperando o modelo da loggia quinhentista, que abre para o jardim da casa.
Na época da reforma da casa, o salão nobre da torre quinhentista foi decorado com painéis de azulejos com cenas relativas à história da família Azevedo, e o tecto de madeira que cobre o espaço foi dourado e policromado.
Catarina Oliveira
IPPAR/2005

Imagens

Bibliografia

Título

Palácios e solares portuguezes (Col. Encyclopedia pela imagem)

Local

Porto

Data

1900

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Solares Portugueses

Local

Lisboa

Data

1988

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de

Título

O Concelho de Barcelos Aquém e Além-Cávado

Local

-

Data

1948

Autor(es)

FONSECA, Teotónio da

Título

A arquitectura manuelina

Local

Vila Nova de Gaia

Data

2009

Autor(es)

DIAS, Pedro