Saltar para o conteúdo principal da página

Capela de São Simão - detalhe

Designação

Designação

Capela de São Simão

Outras Designações / Pesquisas

Capela de São Simão (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Capela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Murtosa / Bunheiro

Endereço / Local

Lugar de São Simão
Bunheiro

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 45/93, DR, I Série-B, n.º 280, de 30-11-1993 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Situada no lugar de São Simão, na freguesia do Bunheiro, num pequeno adro envolvido por aglomerado habitacional, a Capela de São Simão é constituída por dois volumes justapostos, o corpo principal cilíndrico e a capela-mor retangular, adossada a Este. O portal principal da capela, de moldura retangular simples, é precedido por um conjunto de degraus e ladeado por duas janelas gradeadas. No lintel do portal foi gravada a inscrição "ESTA CAPELA FES O PADRE SIMÃO FRZ RVELA NA ERA DE 1609". O conjunto é coberto por cúpula coroada com cruz, junto à qual foi colocada a sineira.
O interior, de espaço único, é fechado por abóbada em meia laranja. No chão foi edificada a campa rasa do fundador, que não apresenta qualquer inscrição, apesar de o instituidor ter expressado em testamento a obrigatoriedade de ser executada uma inscrição naquela (Gonçalves: 1959). A capela-mor, precedida por arco cruzeiro sem decoração, possui um altar que ocupa todo o espaço, encimado por nicho que originalmente albergava a imagem do padroeiro.
História
Situada no antigo lugar de Romariz, a Capela de São Simão foi fundada em 1609 pelo Padre Simão Fernandes Ruela, conforme atesta a inscrição gravada na entrada do templo. Edificada como capela funerária, permanece como propriedade particular até à atualidade.
Este tempietto é um dos muitos exemplares de arquitectura religiosa de planta circular da região de Aveiro, construídos entre a segunda metade do século XVI e o século XVIII. Apresenta muitas semelhanças com a Capela de São Bartolomeu de Aveiro, tanto ao nível estrutural como na depuração decorativa, muito ao gosto da arquitectura chã da época.
Catarina Oliveira
DGPC, 2016

Imagens

Bibliografia

Título

Edifícios religiosos de planta centrada entre Vagos e V. N. de Gaia (faixa litoral), in Espaço e Memória, Revista de Património, Porto, 1996. pp. 61-79

Local

Porto

Data

1996

Autor(es)

PINTO, Maria Augusta Almeida

Título

Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Aveiro

Local

Lisboa

Data

1959

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira

Título

Notas marinhoas: notícias históricas da Murtosa e das freguesias marinhoas do concelho de Estarreja

Local

Albergaria-a-Velha

Data

1972

Autor(es)

CUNHA, José Tavares Afonso e