Saltar para o conteúdo principal da página

Ruínas da Capela de Cavalões, antiga Capela das Almas - detalhe

Designação

Designação

Ruínas da Capela de Cavalões, antiga Capela das Almas

Outras Designações / Pesquisas

Capela de São Gonçalo / Capela de Cavalões / Capela das Almas (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Capela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Braga / Vila Nova de Famalicão / Gondifelos, Cavalões e Outiz

Endereço / Local

Lugar de São Gonçalo
Cavalões

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 95/78, DR, I Série, n.º 210, de 12-09-1978 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizada no Lugar de São Gonçalo, em Cavalões, a antiga Capela das Almas é formada por estrutura de planimetria quadrangular composta por dois corpos, o do templo propriamente dito e o da sacristia.
A fachada principal, delimitada por pilastras de cunhal com pináculo superior, apresenta uma composição singular, uma vez que o pano murário é rasgado por duas portas simétricas separadas por uma pilastra, colocada ao centro do frontispício. Cada uma das entradas é composta por moldura retangular em granito ladeada por dois janelos e encimada com frontão triangular, sobre o qual foi rasgado um óculo, quadrilobado à esquerda e circular à direita. O conjunto da fachada é rematado por uma larga empena triangular, assente sobre cornija embebida. O campanário ergue-se a Norte da frontaria. O corpo da sacristia, de cércea mais baixa, adossa-se à esquerda da fachada, exibindo nas paredes laterais janelões retangulares.
O espaço interior divide-se em duas naves, separadas por uma arcada de volta perfeita assente sobre colunas lisas com capitéis prismáticos, atravessadas superiormente por dois tramos longitudinais que detêm funções estruturais, uma vez que os topos intercetam o pano da fachada. Em cada uma das naves ergue-se um altar sobrelevado, funcionando o do lado da Epístola como altar-mor.
História
Erguida na época barroca, possivelmente entre as décadas finais do século XVII e a primeira metade do século XVIII, esta capela de Cavalões é um templo dedicado a São Gonçalo, embora seja também conhecida localmente como Capela das Almas.
A sua disposição singular, marcada por duas portas exteriores e por uma arcada interior que divide o templo em duas naves com dois altares distintos, destinava-se a separar os homens e as mulheres, durante as liturgias. Originalmente, esta divisão interior era reforçada por uma balaustrada de madeira, colocada sob os arcos centrais.
No ano de 1942 a capela sofreu um incêndio, tendo permanecido em ruínas por algumas décadas. A própria designação da classificação como de interesse municipal, promulgada em 1978, alude precisamente a esta situação ruinosa em que, então, o pequeno templo se encontrava. Depois de 1979 a Comissão Fabriqueira encetou um restauro da estrutura, que lhe devolveu a feição original.
Catarina Oliveira
DGPC, 2019

Imagens

Bibliografia

Título

Valores patrimoniais do concelho de Vila Nova de Famalicão

Local

Famalicão

Data

1976

Autor(es)

MOREIRA, Jorge Augusto Batista