Saltar para o conteúdo principal da página

Varanda quinhentista na Travessa dos Surradores, 26 - detalhe

Designação

Designação

Varanda quinhentista na Travessa dos Surradores, 26

Outras Designações / Pesquisas

Casa com Varanda Quinhentista na Travessa dos Surradores, n.º 26(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Varanda

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Santarém / União de Freguesias da cidade de Santarém

Endereço / Local

Travessa dos Surradores
Santarém

Número de Polícia: 26

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)
Edital de 24-11-1975 da CM de Santarém
Despacho de homologação de 31-04-1975
Parecer de 24-10-1975 da $.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE a propor a classificação como VC
Proposta de classificação de 14-07-1995 da DGAC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Inserida em prédio nobre de meados do século XVI, esta larga varanda alpendrada deita para um quintal nas traseiras do imóvel. Coberta, ao modo de alpendre, por um tecto de madeira corrida, a varanda abre para o exterior através de cinco arcos abatidos, em pedra, assentes em finos colunelos de secção redonda com capitéis de feição islamizante, assentes sobre o largo peitoril do murete de resguardo. As superfícies entre os vãos das portas interiores e das arcadas, bem como o intradorso dos arcos e o parapeito, encontram-se forradas com painéis azulejares de enxaquetado azul e branco "semelhantes aos de Nossa Senhora de Marvila" (CUSTÓDIO, 1996). Pelas suas proporções e ambiência, evocando um espaço recreativo de transição marcado inclusivamente pela utilização do azulejo enxaquetado, normalmente reservado aos interiores, todo o conjunto é de claro sabor renascentista, apesar do relativo anacronismo que representa a tardia utilização dos capitéis mudéjares.SML

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal, Distrito de Santarém

Local

Lisboa

Data

1949

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Santarém

Local

-

Data

1990

Autor(es)

SERRÃO, Vítor

Título

Varanda Quinhentista da Rua dos Surradores nº 26, in Património Monumental de Santarém

Local

-

Data

1996

Autor(es)

CUSTÓDIO, Jorge

Título

Santarém, Princesa das Nossas Vilas

Local

-

Data

1929

Autor(es)

FEIO, A. Areosa