Saltar para o conteúdo principal da página

Casa do São Cosmado - detalhe

Designação

Designação

Casa do São Cosmado

Outras Designações / Pesquisas

Casa de Pedro Álvares Cabral (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viseu / Mangualde / Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta

Endereço / Local

-- -
Próxima da Quinta de São Cosmado

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 1/86, DR, I Série, n.º 2, de 3-01-1986 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizada entre o Largo do Forno e a Rua Pedro Álvares Cabral, em Mangualde, a Casa de São Cosmado é um imóvel de planta retangular, precedida por pátio delimitado por muro de pedra. De fundação quinhentista, a casa foi objeto de obras de renovação, mantendo-se a divisão original em dois pisos.
A entrada para o pátio, na fachada oeste do muro, é feita por portal retangular, aberto à esquerda, delimitado por pilares de fuste liso, em moldura recortada, e rematado por arquitrave. À direita rasga-se uma janela de arco rebaixado.
A fachada principal exibe ao centro uma escada, que permite o acesso ao alpendre do piso superior, apoiado em colunas toscanas e delimitada por dois grandes pilares. Ao centro encontra-se a porta principal da casa.
A fachada lateral, que abre diretamente para a rua, exibe no piso térreo uma porta de entrada, rasgada ao centro, de moldura retangular, e no piso superior rasgam-se duas janelas de peito.
História
Segundo a tradição, a Casa de São Cosmado terá pertencido à família de Pedro Álvares Cabral, que foi alcaide-mor de Mangualde, antiga Azurara da Beira, embora não existam provas documentais que o confirmem. O edifício foi construído possivelmente no início do século XVI, tendo sofrido significativas alterações na centúria de Seiscentos.
Nos finais do século XX a casa apresentava sinais de evidente ruína, pelo que em 2000 foi iniciado o processo de reforma da habitação, concluído alguns anos depois.
O imóvel está classificado como de interesse municipal desde 1986.
Catarina Oliveira
DGPC, 2018

Bibliografia

Título

Concelho de Mangualde. Antigo concelho de Azurara da Beira

Local

Porto

Data

1978

Autor(es)

SILVA, Valentim da

Título

Artistas e Artífices nas Dioceses de Viseu e Lamego

Local

Viseu

Data

2001

Autor(es)

ALVES, Alexandre