Saltar para o conteúdo principal da página

Conjunto de edifícios situados no Largo de São Sebastião da Pedreira, 46 a 53, tornejando para a Rua do Dr. António Cândido - detalhe

Designação

Designação

Conjunto de edifícios situados no Largo de São Sebastião da Pedreira, 46 a 53, tornejando para a Rua do Dr. António Cândido

Outras Designações / Pesquisas

Edifícios no Largo de São Sebastião da Pedreira, n.º 46 a 53(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / Avenidas Novas

Endereço / Local

Rua Dr. António Cândido
Lisboa

Largo de São Sebastião da Pedreira
Lisboa

Número de Polícia: 46-53

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 8/83, DR, I Série, n.º 19, de 24-01-1983 (ver Decreto)
Edital N.º 41/82 de 30-03-1982 da CM de Lisboa
Despacho de homologação de 27-10-1981 do Secretário de Estado da Cultura
Parecer de 22-09-1981 da Comissão ad hoc do IPPC a propor a classificação como VC
Proposta de classificação de 28-08-1991 do IPPC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
> No actual traçado das ruas que se distribuem em torno da igreja matriz de São Sebastião, malha urbana formada entre os séculos XVII e XIX, encontra-se um bloco de edifícios, de planta rectangular, construído no início do século XIX, na esquina entre o Largo de São Sebastião da Pedreira e a Rua Dr. António Cândido. Este imóveis, que serviram como habitação operária, encontram-se divididos em três pisos mais um nível de sótão com mansardas. No andar térreo da fachada principal são visíveis diversas portas de entrada nos diferentes lotes, sempre precedidas por pequenas escadas enquadradas por corrimãos em ferro.
No piso intermédio foram abertas janelas de sacada com pequeno varandim em ferro e, no superior, janelas de peito com guarda de ferro. Todas as fenestrações estão dispostas de forma regular e ritmada.
A fachada lateral, por sua vez, mantém o mesmo esquema da principal, alterando apenas o primeiro registo onde as portas foram substituídas por janelas. O conjunto é rematado por cornija simples, encontrando-se as superfícies atualmente pintadas de amarelo. De notar ainda o elegante gradeamento assente num pequeno murete que acompanha toda a fachada separando-a, assim, da rua criando um espaço mais reservado e protegido.
História
São Sebastião da Pedreira era, no século XVI, uma das saídas da cidade de Lisboa sendo à época a via que dava continuidade à rua de Santa Marta. A data de criação da freguesia não está, até hoje, definida, embora os primeiros registos paroquiais datem de 1601 (ATAÍDE; SOARES, 2000, p. 112), o que indica a existência de um núcleo populacional na zona pelo menos desde os finais da centúria de Quinhentos.

Catarina Oliveira/IPPAR/2007, atualizado por Maria Ramalho/DGPC/2016.

Imagens

Bibliografia

Título

Monumentos e edifícios notáveis do distrito de Lisboa, vol. V (4º tomo)

Local

Lisboa

Data

2000

Autor(es)

ATAÍDE, M. Maia, SOARES, Maria Micaela

Título

Lisboa. Freguesia de São Sebastião da Pedreia

Local

Lisboa

Data

1991

Autor(es)

FERREIRA, Vitor Matias, CALADO, Maria