Saltar para o conteúdo principal da página

Ermida de Nossa Senhora do Pilar - detalhe

Designação

Designação

Ermida de Nossa Senhora do Pilar

Outras Designações / Pesquisas

Ermida de Nossa Senhora do Pilar (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Ermida

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Gavião / Belver

Endereço / Local

Caminho Municipal 1010, à saída de Belver, em direcção de Areia
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 45/93, DR, I Série-B, n.º 280, de 30-11-1993 (alterou o diploma anterior, integrando a classificação nos VC) (ver Decreto)
Decreto n.º 1/86, DR, I Série, n.º 2, de 3-01-1986 (classificou como IIP) (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizada na extremidade este da povoação de Belver, numa zona rural junto à Rua da Escola Nova, a Ermida de Nossa Senhora do Pilar é um templo de planta composta por três volumes: o corpo central retangular, correspondente à nave e capela-mor, ao qual se adossa, do lado da Epístola, o espaço quadrado da sacristia, e do lado do Evangelho, na fachada, o corpo quadrangular da torre sineira.
A fachada possui portal de moldura retangular, ladeado por dois janelos e encimado por óculo. Ao longo da empena foi esgrafitada a inscrição: "PADRE NOSSO AVE MARIA POR QUEM MANDOU FAZER ESTA ERMIDA / HEITOR".
O interior do pequeno templo, coberto por abóbada de berço, apresenta vestígios de pintura mural polícroma, tanto na cobertura da nave como sobre o espaço da capela-mor. Ainda é possível identificar "silhuetas daquilo que outrora poderá ter sido um programa de brutesco, com putti brincando entre ramagens e cartelas" (Monteiro: 2012, p. 367). A abóbada estaria coberta por uma composição formada por vários painéis, atualmente difíceis de reconstituir devido ao estado de conservação da pintura. Ainda assim, "os contornos dos desenhos tanto na capela-mor, como na nave, apontam para um programa de brutesco com algum requinte, ainda datável do século XVII." (Monteiro: 2012, 368).
História
A Ermida de Nossa Senhora do Pilar foi edificada em finais do século XVII fora do perímetro urbano de Belver, povoação de fundação medieval pertencente ao Priorado do Crato, que entre os séculos XVI e XIX foi sede de concelho.
O pequeno templo rural foi mandado erigir por António Álvares Heitor, vigário de Belver, que mandou registar na fachada a inscrição alusiva à sua obra. A fundação foi confirmada documentalmente no Levantamento Geral de 1759.
A ermida foi classificada em 1986.
Catarina Oliveira
DGPC, 2018

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. I (Distrito de Portalegre)

Local

Lisboa

Data

1943

Autor(es)

KEIL, Luís

Título

Monografia da antiga vila de Belver

Local

Gavião

Data

1984

Autor(es)

FERREIRA, J. C. Lobato

Título

A pintura mural no Norte Alentejo (séculos XVI a XVIII) - Núcleos temáticos da Serra de São Mamede. Dissertação de doutoramento.

Local

Lisboa

Data

2012

Autor(es)

MONTEIRO, Patrícia Alexandra Rodrigues