Saltar para o conteúdo principal da página

Palácio do Marquês de Angeja - detalhe

Designação

Designação

Palácio do Marquês de Angeja

Outras Designações / Pesquisas

Palácio do Marquês de Angeja(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Palácio

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / Belém

Endereço / Local

Largo do Marquês de Angeja
Lisboa

Número de Polícia: 16-18

Rua da Junqueira
Lisboa

Número de Polícia: 273-277

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Anúncio n.º 13528/2012, DR, 2.ª série, n.º 195 de 9-10-2012 (ver Anúncio)
Em 4-10-2012 foi enviada cópia do processo à CM de Lisboa, nos termos do artigo 60.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, de 23-10-2009, para a ponderação da classificação como de IM
Despacho de arquivamento de 27-09-2012 do diretor-geral da DGPC
Parecer favorável de 26-09-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 17-09-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo para arquivamento do procedimento, por não ter valor nacional, e envio de cópia do processo à CM de Lisboa para ponderação da classificação como de IM
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de abertura de 7-02-1991 do presidente do IPPC
Proposta de 18-01-1991 do IPPC para a abertura da instrução de processo de classificação

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O primeiro proprietário do palácio, D. Pedro António de Noronha e Albuquerque, 1º Marquês de Angeja, mandou construir a sua nova habitação - a anterior ficara destruída por efeitos do terramoto de 1755 - em terrenos cedidos pela Coroa, onde se situavam os restos do forte de São João ou da Estrela também denomiado pelo Altinho. O imóvel, de planta centralizada e irregular, é constituído por um edifício principal, de dois andares, com janelas de peito no primeiro andar e de sacada emoldurada com cantaria no piso superior, e por um conjunto de construções anexas. A capela situa-se no pátio, apresentando fachada de feição neoclássica, desenhada por um portal sobrepujado por uma janela e rematado por um frontão triangular, com fogaréus a coroar os acrotérios. De entre os seus residentes mais ilustres, destacam-se Almeida Garrett e Bernardino Machado. SML

Imagens