Saltar para o conteúdo principal da página

Edifício da Cadeia - detalhe

Designação

Designação

Edifício da Cadeia

Outras Designações / Pesquisas

Edifício dos antigos Paços do Concelho de Castelo de Paiva / Câmara Municipal e Cadeia de Castelo de Paiva (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Edifício

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Castelo de Paiva / Sobrado e Bairros

Endereço / Local

Praça da República
Castelo de Paiva

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

A classificação como VC foi convertida para IM nos termos do n.º 2 do art.º 112.º da Lei n.º 107/2001, publicada no DR, I Série-A, N.º 209, de 8-09-2001
Decreto n.º 45/93, DR, I Série-B, n.º 280, de 30-11-1993 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Implantado no canto nordeste do Largo do Conde de Castelo de Paiva, fronteiro à Câmara Municipal, em Castelo de Paiva, o antigo Edifício da Cadeia foi erigido no início de Setecentos. O espaço alberga atualmente o posto de turismo e o Centro de Interpretação da Cultura Local.
O edifício, de planta retangular, divide-se em dois pisos, com fachada principal marcada pela abertura simétrica de grandes janelas retangulares com moldura de pedra, as do registo inferior com grades de ferro, as do andar superior com caixilho de guilhotina. No piso térreo rasga-se ao centro a porta principal, retangular, encimada por vão cego.
Na fachada lateral direita ergue-se uma escadaria dupla, de acesso ao andar superior, onde se abre uma porta de moldura retangular em pedra, ladeada por duas janelas de guilhotina e encimada pela pedra de armas dos Bragança. A fachada oposta apresenta um desenho depurado, marcada pela disposição de janelas retangulares, duas em cada piso.
A fachada tardoz é igualmente dividida em dois pisos, exibindo duas portas retangulares no rés do chão e cinco janelas retangulares de moldura de pedra no andar superior.
O interior do imóvel foi bastante alterado, apresentando os espaços totalmente modernizados para albergar os atuais serviços.
História
O chamado Edifício da Cadeia de Castelo de Paiva foi construído nos primeiros anos do século XVIII, por ordem da Casa de Bragança. Originalmente, destinava-se a receber os paços do concelho, no andar superior, e a cadeia, no piso térreo, apresentando uma divisão funcional bastante comum na época.
Cerca de duzentos anos mais tarde, a necessidade de espaço e de melhores condições levou à edificação de um novo imóvel para acolher os serviços do município, localizado na zona oposta da praça fronteira, que ficou concluído em 1908. A partir deste ano, o edifício conservou apenas a cadeia, que aí se manteve até à década de 1970.
O imóvel foi depois transformado num espaço ligado ao turismo e à cultura do concelho, servindo de posto turístico e sala de exposições. Classificado em 1993 como de interesse municipal, recebeu obras de valorização no ano de 2012, passando a partir de então a albergar o Centro de Interpretação da Cultura Local de Castelo de Paiva.
Catarina Oliveira
DGPC, 2019

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Aveiro

Local

Lisboa

Data

1959

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira

Título

Elementos para a história de Castelo de Paiva

Local

Castelo de Paiva

Data

1991

Autor(es)

PINHO, Margarida Rosa Moreira de