Saltar para o conteúdo principal da página

Pontes de Palhaça (3) - detalhe

Designação

Designação

Pontes de Palhaça (3)

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Ponte

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Oliveira do Bairro / Palhaça

Endereço / Local

-- --
Palhaça

Proteção

Situação Actual

Procedimento caducado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Procedimento caducado nos termos do artigo 78.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009 (ver Diploma)
Proposta de revogação de 17-03-2010 da DRC do Centro, atendendo a que o conjunto a classificar já não existe
Despacho de homologação de 3-04-1997 do Ministro da Cultura
Parecer de 17-03-1997 do Conselho Consultivo do IPPAR a propor a classificação como IIP
Despacho de abertura de 13-05-1992 do vice-presidente do IPPC
Proposta de classificação de 2-04-1992 da DR de Coimbra
Processo iniciado em 1989

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Situavam-se estas pequenas três estruturas a Este da Vila da Palhaça, numa antiga estrada que terá servido de itinerário principal até meados do século XIX, em terrenos, certamente alagadiços, onde passa a ribeira da Tojeira e seus afluentes.
Eram constituídas por três pequenos arcos, construídos com tijoleiras de barro, encontrando-se soterradas até ao arranque dos mesmos, o que torna difícil a sua caracterização sem se proceder à sua escavação. Há mesmo informação que em tempos passados uma vaca poderia atravessar sob uma das pontes.
Estas pequenas edificações tinham uma largura de cerca 5,20m e eram construídas em tijoleira de barro argamassada, com cerca de 24cm x 12cm, material de uso comum na região para substituição da pedra. Uma delas terá sido reconstruída posteriormente.
A falta de elementos bibliográficos e a sua integração no traçado da antiga via do século XIX poderão servir para dar umas pista quanto à sua cronologia. (JAM)