Saltar para o conteúdo principal da página

Ruínas Romanas de Bobadela - detalhe

Designação

Designação

Ruínas Romanas de Bobadela

Outras Designações / Pesquisas

Cidade romana da Bobadela (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Cidade

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Oliveira do Hospital / Bobadela

Endereço / Local

-- em frente da Igreja Paroquial de Bobadela
Bobadela

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Despacho de autorização de 27-04-1997 do Ministro da Cultura
Parecer de 17-03-1997 do Conselho Consultivo do IPPAR a propor a ampliação da classificação como MN
Despacho de abertura de 25-02-1993 do vice-presidente do IPPAR
Informação favorável de 19-02-1993 do IPPAR
Proposta de 24-04-1990 da CM de Oliveira do Hospital para a ampliação da classificação
Decreto n.º 26 519, DG, I Série, n.º 87, de 15-04-1936 (substituiu a designação da classificação por "Ruínas Romanas de Bobadela") (ver Decreto)
Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (classificou o "Arco Romano de Bobadela") (ver Decreto)

ZEP

Parecer favorável de 11-06-2008 do Conselho Consultivo do IGESPAR,I.P.
Proposta de 15-05-2008 da DRC do Centro

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A presente classificação reporta-se aos vestígios da antiga cidade romana, da qual chegou até aos nossos dias um arco de volta perfeita, eventualmente utilizado como entrada do forum. Tanto este elemento arquitectónico, como a presença de outros artefactos - de entre os quais merecerão especial relevo as lápides encontradas - parecem apontar para a relevância assumida por este povoamento durante o período da ocupação romana do actual território português, como atestará a seguinte incrição: Civitas Splendidissima.
Esta importância será, na verdade, melhor compreendida se recordarmos o papel jurisdicional e económico desempenhado por esta zona no tempo de Augusto, designadamente enquanto centro administrativo, ademais atestado pela presença de outras estações arqueológicas nas imediações. Factos estes, que poderão ser reforçados pela existência de um troço de via romana que ligaria Bobadela a Santarém, passando por Tomar.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal: distrito de Coimbra

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira, CORREIA, Vergílio

Título

Sobre 3 inscrições perdidas da Bobadela (Oliveira do Hospital), Conimbriga

Local

Coimbra

Data

1982

Autor(es)

AMARAL, António Eugénio Coelho e Maia do

Título

Bobadela Epigráfica

Local

Coimbra

Data

1981

Autor(es)

ANACLETO, Regina

Título

Bobadela: encruzilhada de dúvidas

Local

Coimbra

Data

1970

Autor(es)

COELHO, Fernando Manuel de Vasconcelos

Título

Considerações Preliminares acerca do Forum II de Bobadela, Munda

Local

Coimbra

Data

1984

Autor(es)

AMARAL, António Eugénio Coelho e Maia do

Título

Differentes inscrições, Actas das Sessões da Academia das Sciencias de Lisboa

Local

Lisboa

Data

1849

Autor(es)

CASTELO-BRANCO, José Barbosa Canaes de Figueiredo

Título

Correspondência epistolar entre Emílio Hübner e Martins Sarmento (Arqueologia e Epigrafia) 1879/99

Local

Guimarães

Data

1947

Autor(es)

CARDOZO, Mário

Título

Historia ecclesiae lusitanae per singula saecula ab Evangelio promulgato mulgato

Local

Coimbra

Data

1759

Autor(es)

ENCARNAÇÃO, Frei Tomás da

Título

Escavações Arqueológicas na Bobadela, O Mundo da Arte

Local

Coimbra

Data

1989

Autor(es)

AMARAL, António Eugénio Coelho e Maia do

Título

Jarro litúrgico, visigótico, de Bobadela (Coimbra), IV Reunião de Arqueologia Cristã Hispânica

Local

Barcelona

Data

1995

Autor(es)

GOMES, Mário Varela, DIAS, Maria Manuela Alves

Título

Portugal Romano, História Mundi

Local

Lisboa

Data

1983

Autor(es)

ALARCÃO, Jorge Manuel N. L.