Saltar para o conteúdo principal da página

Antiga Casa da Câmara - detalhe

Designação

Designação

Antiga Casa da Câmara

Outras Designações / Pesquisas

Casa do Alcaide-Mor / Câmara Municipal de Estremoz (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Évora / Estremoz / Estremoz (Santa Maria e Santo André)

Endereço / Local

Rua do Arco de Santarém
Estremoz

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 9 842, DG, I Série, n.º 137, de 20-06-1924 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Não há provas que sustentem com razoabilidade ter este edifício sido a sede da Casa da Câmara medieval de Estremoz. No entanto, o conjunto, hoje totalmente arruinado, conserva ainda alguns elementos de bastante interesse arquitectónico e inquestionável nobreza, embora integrados numa estrutura modesta.
O edifício ergue-se em pleno coração da Estremoz quatrocentista, junto à Porta do Arco de Santarém, deitando a frontaria para a rua do mesmo nome, que parte do Castelo, muito perto da Torre de Menagem da então vila. Trata-se de um casa de singela planta rectangular e dois pisos, com a frontaria marcada pelos vãos que a rasgam: no registo térreo, pórtico quinhentista em mármore local, de claro recorte manuelino, visível no talhe da verga que encima o seu vão rectangular, e à sua direita, sobre outra janela de verga recta aberta no século XVIII (mas não centrado com esta), um ressalto rectangular onde se inscreve um elegante arco contracurvado. No piso nobre pode ver-se uma janela dupla com o típico mainel e colunelos decorados com ornamentação vegetalista, e à sua esquerda uma varanda de sacada, com balaustrada em mármore, obra já setecentista.
A casa terá pertencido, já em finais do século XVI, a uma filha de Febo Moniz, fidalgo da corte de D. Sebastião e procurador nas Cortes de Almeirim de 1580. Sílvia Leite / DIDA - IGESPAR, IP

Imagens

Bibliografia

Título

Estremoz e o seu termo regional

Local

Estremoz

Data

1950

Autor(es)

CRESPO, Marques

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. VIII (Distrito de Évora, Zona Norte, volume I)

Local

Lisboa

Data

1975

Autor(es)

ESPANCA, Túlio