Saltar para o conteúdo principal da página

Anta Grande do Zambujeiro - detalhe

Designação

Designação

Anta Grande do Zambujeiro

Outras Designações / Pesquisas

Anta Grande do Zambujeiro de Valverde (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Anta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Évora / Évora / Nossa Senhora da Tourega e Nossa Senhora de Guadalupe

Endereço / Local

Herdade do Sobralinho e Anexas
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 5/2015, DR, 1.ª série, n.º 63, de 31-03-2015 (toda a área é considerada ZNA) (reviu a classificação, nos termos do art.º 77.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, de 23-10-2009, e redenominou a classificação, para Anta Grande do Zambujeiro, a sua designação mais comum) (ver Decreto)
Revisão da classificação aprovada no Conselho de Ministros de 12-02-2015
Anúncio n.º 13446/2012, DR, 2.ª série, n.º 184, de 21-09-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 9-05-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 27-03-2012 da DRC do Alentejo para a aplicação de restrições, nos termos dos art.º 54.º e 77.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009 (ver Diploma)
Decreto n.º 516/71, DG, I Série, n.º 274, de 22-11-1971 (classificou como MN a Anta Grande do Zambujeiro de Valverde) (ver Decreto)

ZEP

Parecer de 10-10-2018 da SPAA do Conselho nacional de Cultura a propor a aprovação da ZEP, mas com nova delimitação e novas restrições
Nova proposta de 20-03-2018 da DRC do Alentejo
Despacho de 28-11-2014 do diretor-geral da DGPC, sobre proposta do Departamento dos Bens Culturais, a determinar que a ZEP seja revista após a publicação da classificação
Anúncio n.º 13446/2012, DR, 2.ª série, n.º 184, de 21-09-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 9-05-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 27-03-2012 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Sítio
A anta Grande do Zambujeiro localiza-se numa área aplanada, na margem direita da ribeira de Peramanca, nas imediações da aldeia de Valverde, a cerca de 12 km a sudeste da cidade de Évora.
Este monumento megalítico, o maior de Portugal e um dos maiores da Península Ibérica, é constituído por uma câmara de planta poligonal, formada por sete esteios de grandes dimensões (comprimento de 5,70 m; largura de 5,50 m e altura de 5 m) de granito, inclinados para o interior, coberta por uma grande laje, que atualmente se encontra no lado poente da estrutura e por um corredor de planta retangular alongado e baixo (comprimento de 8,8 m e largura de 2,8 m), formado por 16 esteios e coberto por lajes dispostas transversalmente. O acesso ao monumento seria precedido por um átrio, no qual se identifica uma estela de granido de grandes dimensões. Esta anta estava envolvida por um tumulus de planta circular, com cerca de 50 m de diâmetro e 9 m de altura. Na área sudeste da colina tumular identificou-se uma estela de contorno sub-retangular, com a face decorada com cerca de 70 covinhas, que poderá ter sido erguida numa fase posterior à construção da anta.
No interior do monumento e em algumas áreas do exterior identificou-se um vasto e diversificado espólio, composto por artefactos líticos lascados (núcleos, lamelas, lâminas, punhais, alabardas e pontas de seta) produzidos em distintas matérias-primas como o sílex, quartzo e xisto silicioso, machados de pedra polida, recipientes cerâmicos de características morfológicas e decorativas diversificadas (pratos, taças, taças carenadas, esféricos, vasos cilíndricos, com decorações incisas, ponteadas e com elementos plásticos), tendencialmente de reduzidas dimensões, elementos idoliformes em mármore e cerâmica, conjunto significativo de placas de xisto gravadas, fragmentos de báculos, artefactos de cobre, braçal de arqueiro, elementos de colar de xisto, pedra verde e azeviche e dois fragmentos de lâmina de ouro.
História
A anta Grande do Zambujeiro terá sido edificada numa anteriormente ocupada para fins habitacionais (Neolítica). A construção e utilização deste monumento enquadram-se cronologicamente no Neolítico final / Calcolítico (3500 - 2000 a. C.). Identificando-se indícios de utilização e episódios de revisitação do monumento durante a Idade do Bronze.
Este monumento funerário foi identificado e intensamente escavado entre 1964 - 1968 por Henrique Leonor Pina. Na década de 80 uma equipa do MAEDS dirigida por Carlos Tavares da Silva realizou uma nova intervenção arqueológica, realizando várias sondagens no interior do monumento e na área envolvente. A última fase de trabalhos de campo decorreu nos anos 90, sendo da responsabilidade de Rui Parreira e tinha como objetivos compreender a sequência construtiva e garantir a salvaguarda do monumento.
Atualmente, apesar da sua imponência a anta Grande do Zambujeiro continua fragilizada devido à erosão dos seus elementos constituintes e à intensidade de alguns trabalhos de escavação, mantendo-se uma estrutura de proteção provisória e sendo interdito o acesso ao seu interior.
Catarina Costeira
DGPC, 2018

Imagens

Bibliografia

Título

Roteiro do Megalitismo de Évora

Local

-

Data

1992

Autor(es)

-

Título

Novos monumentos megaliticos do Distrito de Évora, Actas do 2.º Congresso Nacional de Arqueologia

Local

-

Data

1971

Autor(es)

PINA, Henrique Leonor

Título

Roteiro de Alguns Megálitos da Região de Evora, A Cidade de Évora

Local

Évora

Data

1975

Autor(es)

GONCALVES, José Pires

Título

Sítios arqueológicos visitáveis em Portugal, Al-madan

Local

-

Data

-

Autor(es)

-

Título

Manifestações do sagrado na Pré-História do Ocidente peninsular1: 4. A síndrome das placas loucas, Revista Portuguesa de Arqueologia

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

GONCALVES, Victor Manuel dos Santos

Título

Roteiro de Alguns Megálitos da Região de Évora, A Cidade de Évora

Local

Évora

Data

1975

Autor(es)

GONCALVES, José Pires

Título

Monumentos megalíticos entre Tejo e Douro, Megalitismo en la Peninsula Ibérica

Local

Madrid

Data

1987

Autor(es)

KALB, Philine

Título

Anta Grande do Zambujeiro: programa de salvaguarda e valorização. Conferência na Câmara Municipal de Évora.

Local

-

Data

1996

Autor(es)

PARREIRA, Rui

Título

Manifestações do Sagrado na Pré-História do Ocidente peninsular, 7, As placas híbricas. Revista Portuguesa de Arqueologia

Local

Lisboa

Data

2006

Autor(es)

GONÇALVES, Victor S.

Título

Producción y circulación de rocas verdes y sus produtos en el SW Peninsular: el caso de Anta Grande do Zambujeiro. Estudos Arqueológicos de Oeiras, 19.

Local

-

Data

-

Autor(es)

-

Título

Sítios Arqueológicos Portugueses Revisitados. In Almadan, Revista de Arqueologia, Património e História Local, II série, nº 20.

Local

-

Data

2016

Autor(es)

RAPOSO, Jorge

Título

Anta Grande do Zambujeiro (Évora, Portugal): contributo para o conhecimento das cerâmicas. In BRANCO, G.; ROCHA, L.; DUARTE, C.; OLIVEIRA, J.; BUENO - RAMÍREZ, P. (eds) - Arqueologia de Transição: O Mundo Funerário.

Local

-

Data

2015

Autor(es)

ROCHA, Leonor

Título

Anta grande do Zambujeiro. Contributo para o processo de recuperação do monumento. Tese de mestrado apresentada à Universidade de Évora.

Local

Évora

Data

2009

Autor(es)

João Carlos Laranjeira dos Santos

Título

Anta Grande do Zambujeiro - arquitectura e poder. Intervenção arqueológica do MAEDS, 1985 - 87. MUSA, museus, arqueologia e outros Patrimónios.

Local

Setúbal

Data

2010

Autor(es)

SOARES, Maria Joaquina Coelho, SILVA, Carlos Manuel Lindo Tavares da