Saltar para o conteúdo principal da página

Castro de Tintinolho - detalhe

Designação

Designação

Castro de Tintinolho

Outras Designações / Pesquisas

Castro do Tintinolho(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Povoado Fortificado

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Guarda / Faia

Endereço / Local

EN 16, a 2 km de Cavadoude
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Implantado de forma bastante destacada a mais de 900 m de altitude num cabeço sobranceiro ao Vale do Mondego e com um forte domínio sobre a paisagem envolvente, o povoado de Tintinolho foi erguido em plena Idade do Ferro, tendo sido objecto de uma eventual reutilização durante a época romana e medieval. É possível, ainda, que este monumento estivesse associado ao sistema viário romano que passava no vale do Mondego, como parece denunciar a existência de uma calçada lajeada nas suas proximidades.
O sistema defensivo deste povoado fortificado seria originalmente composto de três linhas de muralha complementadas com a presença de afloramentos graníticos, tão característicos desta zona do território português.
As investigações efectuadas até ao momento neste sítio permitiram identificar os alicerces de algumas destas muralhas, bem como os vestígios de diversas estruturas habitacionais de planta predominantemente circular e quadrangular. Parte significativa destas construções foi registada ainda em finais do século XIX; altura em que se recolheu algum espólio móvel durante as escavações efectuadas no seu perímetro interno.
Além dos excepcionais atributos defensivos conferidos pelo próprio local, a zona escolhida para edificação deste castro proporcionava outras condições absolutamente essenciais à vivência quotidiana da sua população, como parece atestar a sua proximidade a um importante curso de água e a terrenos propícios à prática de uma agricultura de sequeiro.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

As origens da cidade da Guarda

Local

-

Data

1942

Autor(es)

AGUIAR, Carlos Alexandre

Título

Dicionário enciclopédico das freguesias

Local

Freixieiro, Matosinhos

Data

1997

Autor(es)

SILVA, Isabel

Título

Subsídios Numismáticos para o Estudo da Dominação Suévico-Visigótica na Região da Guarda

Local

Braga

Data

1960

Autor(es)

RODRIGUES, Adriano Vasco

Título

Roteiro dos Monumentos de Arquitectura Militar do Concelho da Guarda

Local

Lisboa

Data

1943

Autor(es)

ALMEIDA, João de

Título

Expedição Scientífica à Serra da Estrella em 1881

Local

Lisboa

Data

1883

Autor(es)

SARMENTO, Francisco Martins

Título

Subsídios para um inventário dos achados monetários do distrito da Guarda, Revista de Arquivos, Bibliotecas e Museus

Local

-

Data

-

Autor(es)

-