Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de São Pedro - detalhe

Designação

Designação

Igreja de São Pedro

Outras Designações

Igreja de São Pedro da Cadeira

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Torres Vedras / Santa Maria, São Pedro e Matacães

Endereço / Local

Largo de São Pedro
Torres Vedras

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Igreja de São Pedro foi edificada no segundo quartel do século XVI, substituindo o templo da mesma invocação construído no local na Idade Média. A igreja apresenta dois tipos de influências distintas na sua estrutura; se a planimetria é inspirada na arquitectura mendicante, apresentando planta rectangular de três naves com cérceas diferenciadas, o modelo dos alçados é já quinhentista, de transição entre a arquitectura manuelina e o classicismo da década de trinta.
No século XVII foi efectuada uma campanha de obras no interior da igreja, durante a qual foi executado o retábulo-mor, de talha dourada em estilo joanino, painéis de azulejo de tapete que decoram o espaço, e algumas telas. Na centúria seguinte foram efectuadas a porta de madeira inserida no portal principal, o coro-alto, painéis de azulejos historiados e os ornamentos pintados na abóbada de berço de madeira que cobre a nave central.
A fachada principal apresenta portal enquadrado em alfiz, de influência manuelina, decorado por elementos vegetalistas de gosto classicista e encimado por escudo com armas de D. João III e D. Catarina de Áustria. Adossada à fachada foi erigida a torre sineira, coroada por coruchéu.
Os alçados laterais possuem portais, um de moldura rebaixada, de gosto classicista, o outro manuelino, com moldura em arco polilobado decorado por rosetas, proveniente de uma capela no Turcifal.
No interior as naves são separadas por arcos formeiros assentes sobre colunas toscanas. As naves laterais são cobertas por abóbada de nervuras e as paredes são cobertas por azulejos enxaquetados e de tapete. Os retábulos das capelas laterais são de talha dourada em estilo nacional.
Junto ao transepto, do lado da Epístola, foi colocado o túmulo de João Lopes Perestrelo, fidalgo da corte de D.João II, que acompanhou Vasco da Gama numa das viagens à Índia, e instituiu na freguesia de Dois Portos o morgado da Quinta do Espanhol. A arca sepulcral foi inserida num arco de volta perfeita, decorado por motivos grotescos.
O baptistério, situado à entrada do templo e edificado também no início do século XVI, é coberto por abóbada de concha e possui uma fonte de pedra resguardada por grade de ferro.
Junto à sacristia foi edificada a casa da Irmandade dos Clérigos, com tecto de madeira dourada e policromada, onde se encaixam quatro telas com figurações dos Evangelistas, da autoria de Bernardo de Oliveira Góis. As paredes são decoradas com silhares de azulejos oitocentistas, cujos temas são inspirados nas gravuras do pintor espanhol Cláudio Coelho.
Catarina Oliveira
GIF/ IPPAR/ 2004

Imagens

Bibliografia

Título

"Monumentos e Edifícios Notáveis do Distrito de Lisboa"

Local

Lisboa

Data

1963

Autor(es)

AZEVEDO, Carlos de, FERRÃO, Julieta, GUSMÃO, Adriano de

Título

"Azulejaria em Portugal no século XVIII"

Local

Lisboa

Data

1979

Autor(es)

SIMÕES, J. M. dos Santos

Título

"Manuelino. À descoberta da arte do tempo de D. Manuel I"

Local

Lisboa

Data

2002

Autor(es)

DIAS, Pedro

Título

"História da Arte em Portugal, vol. 5 - o Manuelino"

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

DIAS, Pedro

Título

"Torres Vedras : passado e presente"

Local

Torres Vedras

Data

1996

Autor(es)

RODRIGUES, Cecília Travanca

Título

"A arquitectura manuelina"

Local

Vila Nova de Gaia

Data

2009

Autor(es)

DIAS, Pedro