Saltar para o conteúdo principal da página

Olaria romana da Quinta do Rouxinol - detalhe

Designação

Designação

Olaria romana da Quinta do Rouxinol

Outras Designações / Pesquisas

Núcleo do Ecomuseu Municipal do Seixal (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Olaria

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Setúbal / Seixal / Corroios

Endereço / Local

Rua do Rouxinol, entre Corroios e Miratejo
-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 26-A/92, DR, I Série-B, n.º 126, de 1-06-1992 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Foi detectados neste sítio arqueológico, utilizado entre finais do século II e inícios do século IV d. C., somente a zona inferior da fornalha de dois fornos, de planta piriforme, com um corredor de pequenas dimensões e três arcadas de suporte de grelha, que entretanto abateu.
Os fornos foram adossados à areia de base e realizados com tijolo e tijoleira de diferentes dimensões.
A Sul destes fornos foram encontradas as respectivas duas fossas, onde se recolheram variados materiais provenientes de sucessivas rejeições do próprio processo de fabrico. A vasta série de artefactos assim coligidos permitiu obter um quadro genérico das tipologias aí produzidas, com especial destaque para a cerâmica comum, de utilidade doméstica, como no caso de pratos, malgas, alguidares, jarros, almofarizes e lucernas, para além de um conjunto de cerâmica de importação, as terra sigillata, encontrando-se de igual modo presentes algumas moedas do tempo de Constantino I e II e de Maximus.
Não obstante esta variedade de espólio, as investigações realizadas na olaria do período romano confirmaram esta zona do vale do Tejo como um dos mais importantes centros de produção de ânforas do actual território português.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Introdução ao estudo laboratorial das ânforas lusitanas, Ânforas lusitanas: tipologia, produção, comércio

Local

-

Data

-

Autor(es)

-

Título

Ânforas lusitanas, Actas das Jornadas de estudo realizadas em Conímbriga

Local

-

Data

1990

Autor(es)

ALARCÃO, Adília; MAYET, Françoise

Título

A Presença Romana na margem esquerda do Rio Tejo, Arqueologia do Vale do Tejo

Local

-

Data

1987

Autor(es)

AMARO, Clementino José Gonçalves

Título

Carta histórica do concelho do Seixal

Local

Seixal

Data

1985

Autor(es)

-