Saltar para o conteúdo principal da página

Portal do Colégio de São Tomás - detalhe

Designação

Designação

Portal do Colégio de São Tomás

Outras Designações / Pesquisas

Paço Episcopal de Coimbra / Museu Nacional Machado de Castro (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Portal

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Coimbra / Coimbra (Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu)

Endereço / Local

Largo de São Salvador
Coimbra

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (ver Decreto)

ZEP

Despacho de 18-02-2010 do director do IGESPAR, I.P. a devolver o processo à DRC do Centro
Parecer de 20-01-2010 do Conselho Consultivo a propor que seja apresentada nova proposta
Proposta de 9-11-2009 da DRC do Centro para a ZEP dos imóveis classificados e em vias de classificação do Centro Histórico de Coimbra

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Em meados do século XVI o Colégio de São Tomás de Coimbra funcionava no velho Convento de São Domingos. Havendo necessidade de mudar o espaço conventual, Frei Martinho de Ledesma, reitor de São Tomás, ordenou em 1546 o início das obras do novo colégio. No ano seguinte, o portal principal era desenhado por Diogo de Castilho, sendo contratados para a sua edificação os pedreiros Pero Luís, António Fernandes e João Luís (CRAVEIRO,1998,nota 19). Depois da extinção das ordens religiosas, o colégio tornou-se propriedade particular, sendo então completamente modificado para se adaptar numa primeira fase à residência do Conde do Ameal, e numa segunda fase a Palácio de Justiça da cidade. O portal seria colocado cerca de 1912 na fachada norte do Museu Machado de Castro.
Enquadrado num alfiz, o portal do Colégio de São Tomás apresenta uma estrutura profusamente decorada. O arco, de volta perfeita, assenta em dois colunelos coríntios. O intradorso é decorado por enrolamentos vegetais, tendo ao centro o escudo de Portugal. O extradorso é preenchido por uma sucessão de cabeças aladas. Ladeado o arco, dois medalhões com as figuras dos apóstolos S. Tiago e S. Bartolomeu. Ladeado o arco, duas colunas coríntias, de fuste estriado, cujos capitéis são muito semelhantes aos modelos apresentados por Diego de Sagredo na sua obra Medidas del Romano. Sobre a arquitrave, o friso foi também decorado com motivos grotescos, numa sucessão de seres híbridos e criaturas aladas, segurando ao centro a esfera armilar. Em ambos os lados foram esculpidas duas figuras, à esquerda um jovem negro, à direita uma mulher. Sobre a cornija foram colocadas em nichos as imagens de S. Gonçalo de Amarante e S. Paio ladeando S. Tomás, inseridos em nichos arquitectónicos com inscrições.
Com um programa iconográfico carregado de simbolismo, o portal do Colégio de São Tomás apresenta as figuras de santos dominicanos cultuados local e nacionalmente, a par do grande teólogo da ordem, ao mesmo tempo que faz a apologia da pregação, do conhecimento e do ecumenismo da Igreja, adquirindo o "verdadeiro estatuto de autenticidade na definição do formulário renascentista" (CRAVEIRO,1998,p. 24).
Catarina Oliveira

Imagens

Bibliografia

Título

A reforma joanina e a arquitectura dos colégios, Revista Monumentos n.º8

Local

Lisboa

Data

1998

Autor(es)

CRAVEIRO, Maria de Lurdes

Título

Inventário Artístico de Portugal: distrito de Coimbra

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira, CORREIA, Vergílio

Título

Património Edificado com Interesse Cultural - Concelho de Coimbra

Local

Coimbra

Data

2009

Autor(es)

Câmara Municipal de Coimbra - Departamento de Cultura