Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja do antigo Convento das Freiras de São Domingos - detalhe

Designação

Designação

Igreja do antigo Convento das Freiras de São Domingos

Outras Designações / Pesquisas

Igreja das Domínicas / Igreja de Nossa Senhora da Consolação / Convento das Freiras Dominicanas (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Elvas / Assunção, Ajuda, Salvador e Santo Ildefonso

Endereço / Local

Rua das Freiras
Elvas

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 14 985, DG, I Série, n.º 28, de 3-02-1928 (classificou a "Igreja do antigo Convento das Freiras de São Domingos") (ver Decreto)
Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (classificou a "Igreja das Domínicas") (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Igreja de Nossa Senhora da Consolação é o único elemento subsistente do conjunto do convento edificado em Elvas no século XVI para as freiras da Ordem de São Domingos. A casa conventual foi fundada em 1528 pelas irmãs Maria do Rosário e Madalena da Cruz, sendo seu padroeiro Pero Esteves (KEIL, Luís, 1943).
A construção da estrutura da igreja foi iniciadas mais tarde, em 1543, e a campanha de obras prolongou-se até 1557. O templo dominicano terá sido edificado no local de uma primitiva estrutura medieval, a Igreja da Madalena, construída pelos Templários e destruída em 1540. Segundo G. Kubler, a planta centralizada da Igreja de Nossa Senhora da Consolação foi inspirada na igreja templária (KUBLER, George, 1988, p. 13), embora nada comprove esta teoria.
A fachada principal da igreja apresenta um modelo muito simples, porém com um programa decorativo de grande qualidade. O portal principal de volta perfeita, datado de cerca de 1550 (KEIL, Luís, 1943), foi inserido num alfiz enquadrado por pilastras, sobre as quais assenta uma arquitrave, e no extradorso do arco foram esculpidos dois medalhões com bustos masculinos. O conjunto é encimado por um medalhão com uma cruz muito semelhante à da Ordem de Avis, ladeado por volutas e uma janela. Lateralmente foi aberto um outro portal, de moldura simples, também encimado por uma janela.
A estrutura interior desenvolve-se em planimetria octogonal, destacando-se a verticalidade do conjunto. A área é demarcada por oito colunas toscanas que sustentam o zimbório, estando este ligado às paredes exteriores por uma abóbada adaptada aos tramos do edifício. O exuberante programa decorativo cobre todo o espaço das paredes, abóbadas e a cúpula com azulejos seiscentistas de padrões policromados de laçarias e rosas, executado em 1659 (RODRIGUES, J., PEREIRA, M., 1996, p. 65).
As colunas, os arcos dos altares e a arquitrave são decoradas com pinturas de motivos de brutesco , ferroneries , fitas, grinaldas, uma representação do Cordeiro Místico, "(...) em grande profusão de policromia e douradura (...)" (KEIL, Luís, 1943), datadas de 1676 e mandadas executar por Madre Soror Caterina de Sena, conforme indica uma inscrição (RODRIGUES, J., PEREIRA, M., 1996, p. 65). Embutidos em edículas estão os três altares, decorados com retábulos de talha dourada executados no final do século XVII, dedicados a São Domingos, São João Baptista e São Tomás de Aquino (Idem, ibidem).
No entanto, o elemento mais interessante de todo o programa decorativo é sem dúvida a cúpula que cobre o altar-mor. Dividida em cinco gomos, é decorada com motivos escultóricos em estuque, "(...) característicos do Renascimento - um dos rótulos ostenta a data de 1552 - que vão dos grotescos aos putti , rótulos, cartelas, esfinges, aves estilizadas, elmos e escudos (...)" (RODRIGUES, J., PEREIRA, M., 1996, p. 65).
Catarina Oliveira
IPPAR/2005

Imagens

Bibliografia

Título

A Arquitectura Portuguesa Chã - Entre as Especiarias e os Diamantes 1521-1706

Local

Lisboa

Data

1988

Autor(es)

KUBLER, George

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. I (Distrito de Portalegre)

Local

Lisboa

Data

1943

Autor(es)

KEIL, Luís

Título

Elvas

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

PEREIRA, Mário, RODRIGUES, Jorge

Título

A Arquitectura ao Romano

Local

Vila Nova de Gaia

Data

2009

Autor(es)

CRAVEIRO, Maria de Lurdes

Título

A Igreja de Nossa Senhora da Consolação, Monumentos, n.º 28

Local

Lisboa

Data

2008

Autor(es)

CARVALHO, Ana Patrícia