Saltar para o conteúdo principal da página

Hospital da Misericórdia de Beja - detalhe

Designação

Designação

Hospital da Misericórdia de Beja

Outras Designações / Pesquisas

Antigo Hospital de Nossa Senhora da Piedade / Hospital da Santa Casa da Misericórdia de Beja / Hospital de Nossa Senhora da Piedade (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Hospital

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Beja / Beja (Santiago Maior e São João Baptista)

Endereço / Local

Rua D. Manuel I
Beja

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 15/2006, DR, I série - B, de 6-06-2006 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

As origens do Hospital da Misericórdia de Beja remontam à segunda metade do século XV, mais propriamente a 1469, ano em que D. Fernando, Duque de Beja, determinou a constituição de uma casa para doentes e peregrinos, conhecida, ao que tudo indica, como Hospital da Trindade. Após a sua morte os trabalhos foram interrompidos e só muito perto do final do século o projecto seria retomado por seu filho, D. Manuel, futuro rei de Portugal. Essa segunda vaga construtiva ocorreu a partir de 1490 e prolongou-se pelas primeiras décadas do século XVI, sendo a instituição dotada de um regimento em 1511
Resta muito pouco das obras góticas e manuelinas deste Hospital. Ao nível das dependências utilitárias, salientam-se a Portaria (que integra ainda uma abóbada manuelina de dois tramos com bocetes decorados com os símbolos primordiais de D. Manuel - o escudo; a esfera armilar e a cruz da Ordem de Cristo) e a Enfermaria (de dupla nave com seis tramos). O mais importante conjunto datável ainda de finais do século XV é, todavia, o claustro, parcialmente reformulado na ala Norte e ao qual o século XVIII acrescentou um segundo piso. Apesar destas modificações, constitui um dos melhores exemplos da tipologia gótica de claustros nacionais, com arcos quebrados únicos ladeados por contrafortes adossados de secção quadrangular. Em toda esta ampla campanha, que se desenrolou por várias décadas, é muito provável que tenham trabalhado os arquitectos Arrudas, em particular Diogo de Arruda, abundantemnte documentado no Alentejo e ao serviço de D. Manuel (ESPANCA, 1993)
Transferido para a posse da Misericórdia de Beja em 1554, o Hospital foi objecto de sucessivas reformas e actualizações estéticas. Na sua capela, por exemplo, pode ainda observar-se a série de pinturas atribuíveis a André de Reinoso e datáveis da primeira metade do século XVII. Na primeira metade do século XVIII foram realizadas algumas obras que reaproveitaram materiais anteriores, como foi o caso da ala Norte do claustro ou mesmo da fachada principal da capela.
A feição actual do Hospital muito deve à acção da rainha D. Maria I que, em finais do século XVIII, empreendeu uma reforma bastante grande do imóvel. Intervindo sobretudo na fachada principal do Hospital (datada de 1794) e no piso superior, esta acção visou modernizar o edifício em duas vertentes essenciais: por um lado, a vertente estética; por outro, a função utilitária à qual o Hospital era consagrado. Ao nível da fachada principal rasgou-se um arco de volta perfeita, moldurado em cantaria, onde se inseriu o escudo real em grande destaque. Na enfermaria, dotou-se este espaço de um piso superior, a que se acede através de uma monumental escadaria.
Diversas obras foram ainda realizadas no século XIX e ao longo de todo o século XX que contribuiram para a imagem actual do Hospital da Misericórdia de Beja. Particularmente significativos foram a inclusão de painéis de azulejos datados de 1886, no átrio que antecede a entrada no edifício, e a abertura de janelas neo-góticas, apontadas, em alguns alçados, assim como a reformulação da maior parte dos pavimentos.
PAF

Imagens

Bibliografia

Título

Hospital de Nossa Senhora da Piedade - a Igreja, Arquivo de Beja, vol. 4, 1987

Local

-

Data

-

Autor(es)

BORRELA, Leonel

Título

Proposta de Classificação do Hospital da Misericórdia como monumento nacional, Beja, 1992

Local

-

Data

-

Autor(es)

MESTRE, Joaquim Ferreira

Título

Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Beja, Vol. XII

Local

Lisboa

Data

1992

Autor(es)

ESPANCA, Túlio

Título

Beja. Olhares sobre a cidade

Local

-

Data

1993

Autor(es)

-

Título

Manuelino. À descoberta da arte do tempo de D. Manuel I

Local

Lisboa

Data

2002

Autor(es)

DIAS, Pedro

Título

A arquitectura manuelina

Local

Vila Nova de Gaia

Data

2009

Autor(es)

DIAS, Pedro