Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja da Misericórdia de Beja - detalhe

Designação

Designação

Igreja da Misericórdia de Beja

Outras Designações / Pesquisas

Edifício e Igreja da Santa Casa da Misericórdia de Beja (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Beja / Beja (Santiago Maior e São João Baptista)

Endereço / Local

Praça da República, (antiga Praça D. Manuel)
Beja

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto n.º 22 744, DG, I Série, n.º 142, de 27-06-1933 (ver Decreto)

ZEP

Portaria de 29-09-1956, publicada no DG, II Série, n.º 287, de 7-12-1956 (sem restrições)

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Foi cerca de 1548-1550 que o Infante D. Luís ordenou a construção de um imponente edifício no centro da cidade de Beja, no intuito de aí instalar os açougues municipais. No entanto, depois de já iniciada a edificação do espaço, cuja traça se atribui ao arquitecto Diogo de Torralva (MOREIRA, 1995, p. 352), o duque decidiu alterar o destino do novo espaço, determinando que "o grande edifício de pedra que mandei fazer para o matadouro na praça, o qual Deus parece ter desejado tão belo quanto mal aproveitado era para tão baixa função" deveria ser a nova igreja da irmandade da Misericórdia local (KUBLER, 1988, p. 34).
O edifício desenvolve-se em planta longitudinal composta pelos volumes da galilé, quadrangular, da capela-mor e das dependências, ambos de planta rectangular. A fachada é composta pelo sumptuoso efeito da galilé, uma loggia de aparelho rusticado inspirada "sem dúvida, na gravura de Serlio que reproduzia o piso médio do anfiteatro de Verona" (idem, ibidem). As suas arcadas, que bem ao gosto maneirista se apresentam profundamente marcadas na sua verticalidade, criam um conjunto de nervuras (fazendo ainda lembrar a linguagem manuelina) apoiadas em colunas coríntias de nítido gosto clássico.
Na parede fundeira, precedido por escadas, murete e gradeamento, abre-se o portal do templo, com frontão de linhas clássicas muito depuradas. Um silhar de azulejos seiscentistas foi colocado nesta parede, bem como no murete que separa a última arcada das duas primeiras da galilé.
O corpo da igreja, instalado no espaço que originalmente corresponderia ao terceiro tramo da loggia, perdeu parte do programa decorativo original, possivelmente devido às indevidas utilizações que o espaço teve a partir da primeira metade do século XIX. Do seu património integrado primitivo subsistem o púlpito e quatro tábuas com cenas da vida de Cristo pertencentes ao retábulo-mor, executadas em 1564 pelo pintor eborense António Nogueira (SERRÃO, 2001, p. 231), que se encontram no Museu Regional de Beja.
Apesar de todas as vicissitudes que sofreu, e das quais recuperou a partir da segunda metade do século XX, a Igreja da Misericórdia de Beja apresenta-se como um emblemático e belo exemplar da arquitectura de transição entre o Renascimento e o Maneirismo em Portugal, pleno do entendimento das fontes tratadísticas e das formas eruditas da lição maneirista italiana, originado na traça de um dos mais notáveis arquitectos do terceiro quartel do século XVI.
Catarina Oliveira
DIDA/IGESPAR/ Abril de 2008

Imagens

Bibliografia

Título

História da Arte em Portugal - o Renascimento e o Maneirismo

Local

Lisboa

Data

2002

Autor(es)

SERRÃO, Vítor

Título

História da Arte em Portugal - O Renascimento, vol. 6

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

MARKL, Dagoberto, PEREIRA, Fernando António Baptista

Título

Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Beja, Vol. XII

Local

Lisboa

Data

1992

Autor(es)

ESPANCA, Túlio

Título

A Arquitectura Portuguesa Chã - Entre as Especiarias e os Diamantes 1521-1706

Local

Lisboa

Data

1988

Autor(es)

KUBLER, George

Título

Arquitectura: renascimento e classicismo, História da Arte Portuguesa, vol. II, 1995, pp. 303-375

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

MOREIRA, Rafael

Título

A Arquitectura do Renascimento em Portugal

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

HAUPT, Albrecht

Título

A igreja da Misericórdia de Beja, Arquivo de Beja, vol. 3, 2ª série

Local

-

Data

-

Autor(es)

RIBEIRO, Elias Cação