Saltar para o conteúdo principal da página

Janela da Reboleira (Porto), actualmente na Quinta da Aveleda - detalhe

Designação

Designação

Janela da Reboleira (Porto), actualmente na Quinta da Aveleda

Outras Designações / Pesquisas

Janela da Reboleira, na Quinta da Aveleda / Janela da Casa da Reboleira (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Janela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Penafiel / Penafiel

Endereço / Local

Lugar da Aveleda
Penafiel

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A designada Janela da Reboleira integrava originalmente a estrutura de uma casa edificada na zona ribeirinha da cidade do Porto, situada na esquina que une a Rua da Alfândega e a Rua da Fonte Taurina. Esta casa, que terá sido edificada entre os meados do século XV e o início da centúria de Quinhentos, foi demolida no século XIX.
A janela, possivelmente pela sua interessante estrutura, foi poupada da demolição, e em 1880 Tomás Sandeman doou-a a Manuel Pedro Guedes, proprietário da Quinta da Aveleda, em Penafiel.
Esta quinta, conhecida pela sua produção vinícola, foi edificada no século XVI, sendo então uma propriedade foreira que passou por várias gerações da mesma família. Na segunda metade do século XIX a quinta foi reabilitada por Manuel Pedro Guedes, deputado e autarca, que ao longo da década de 60 foi adquirindo diversos terrenos em volta da Aveleda, o que lhe permitiu alargar consideravelmente a propriedade familiar (SOEIRO, T., 1994, p. 100).
Nessa época, a casa e a capela foram restauradas, e o espaço exterior junto à casa foi transformado num jardim de gosto romântico, no qual foram incorporados elementos de gosto revivalista. Foi o caso da janela quinhentista da Reboleira, colocada numa ilhota artificial localizada no centro do designado Lago Grande.
A Janela da Reboleira é uma grande janela de ângulo com balcão formada por dois arcos abatidos que se apoiam numa coluna jónica, colocada ao centro. No interior da estrutura foram edificadas duas conversadeiras, e toda a estrutura exterior é decorada com motivos vegetalistas, muito comuns nos programas decorativos manuelinos, o que indica a data da sua edificação, situando-a nos primeiros anos do século XVI (GUERRA,L. F., 1928).
Catarina Oliveira
IPPAR/2006

Bibliografia

Título

O Minho Pitoresco

Local

Lisboa

Data

1887

Autor(es)

VIEIRA, José Augusto

Título

As janelas quinhentistas em Portugal, Portucale, vol.1, nº 2

Local

Porto

Data

1928

Autor(es)

GUERRA, Luís Figueiredo da

Título

Penafiel

Local

Lisboa

Data

1994

Autor(es)

SOEIRO, Teresa