Saltar para o conteúdo principal da página

Cruzeiro de Pinheiro da Bemposta - detalhe

Designação

Designação

Cruzeiro de Pinheiro da Bemposta

Outras Designações / Pesquisas

Cruzeiro de Pinheiro da Bemposta (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Cruzeiro

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Oliveira de Azeméis / Pinheiro da Bemposta, Travanca e Palmaz

Endereço / Local

Lugar do Cruzeiro
Pinheiro da Bemposta

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MN - Monumento Nacional

Cronologia

Decreto de 16-06-1910, DG, n.º 136, de 23-06-1910 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Símbolos de religiosidade exterior, os cruzeiros encontram-se, habitualmente, próximos de caminhos ou cruzamentos, indicando uma direcção ou a proximidade de um templo (e, consequentemente, integrado as manifestações religiosas locais), protegendo os viajantes, recordando um determinado acontecimento ou quem os mandou erguer.
Implantado perto de um cruzamento, no centro da vila, o cruzeiro de Pinheiro da Bemposta encontra-se protegido por um templete. Este, é formado por quatro pilares, coroados por pináculos, que suportam o entablamento e o coruchéu. No interior, sobre uma coluna, o cruzeiro apresenta braços que terminam em flor-de-lis exibindo numa das faces a imagem de Cristo crucificado.
De acordo cm as datas inscritas nos pedestais do templete, o conjunto foi levantado em 1604 e reedificado mais tarde, em 1774, remontando a esta campanha a sua configuração actual. A cruz com a figura de Cristo é, certamente, deste período, substituindo, então, uma anterior. Em 1901 foi objecto de uma intervenção de restauro.
(RC)

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Aveiro

Local

Lisboa

Data

1959

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira